Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Por quanto tempo as almas ficam no Purgatório?

DUSZE CZYŚĆCOWE
Compartilhar

De uma coisa nós sabemos: o Purgatório não é eterno

Se acabarmos no Purgatório depois de morrermos, por quanto tempo ficaremos lá? A Igreja Católica fala com moderação sobre o estado final de preparação que leva à vida eterna, no Céu.

O Catecismo da Igreja Católica explica:

“A Igreja chama Purgatório a esta purificação final dos eleitos, que é absolutamente distinta do castigo dos condenados. A Igreja formulou a doutrina da fé relativamente ao Purgatório sobretudo nos concílios de Florença  e de Trento. A Tradição da Igreja, referindo-se a certos textos da Escritura (624) fala dum fogo purificador: ‘Pelo que diz respeito a certas faltas leves, deve crer-se que existe, antes do julgamento, um fogo purificador, conforme afirma Aquele que é a verdade, quando diz que, se alguém proferir uma blasfémia contra o Espírito Santo, isso não lhe será perdoado nem neste século nem no século futuro (Mt 12, 32). Desta afirmação podemos deduzir que certas faltas podem ser perdoadas neste mundo e outras no mundo que háde vir'” (CIC 1031).

A Igreja não fala especificamente sobre o “tempo” que as almas ficam neste local de purificação.

Por um lado, isso ocorre porque, para falar de uma quantidade de tempo no Purgatório, importa o que queremos dizer com “tempo”. Na tradição, o Purgatório fornece o “castigo” temporal devido aos nossos pecados. Podemos dizer que o Purgatório tem tempo no sentido de que as almas começam e terminam períodos de purificação demarcada lá. No entanto, não é, até onde sabemos, a maneira como medimos o tempo nesta vida.

Outra consideração importante é que o Purgatório é diferente para cada um. Deus, sendo um bom juiz, distribui um “castigo” de acordo com nossos pecados.  Algumas pessoas podem passar “minutos” no Purgatório, enquanto outras podem ficar lá por “anos”.

O que é verdadeiro e imensamente importante é que o Purgatório não é eterno.

Como explica o livro Purgatory Surveyed, “é mais certo que essas dores não são eternas; caso contrário, não seria o Purgatório, mas o próprio inferno: pois nisso reside principalmente a diferença entre o inferno e o Purgatório, que as dores do Purgatório duram apenas um tempo; as do inferno, por uma eternidade.”

No final dos tempos, quando Nosso Senhor voltar, o Purgatório deixará de existir, pois todas as almas dentro dele serão purificadas e seu objetivo será alcançado. Todas as almas do Purgatório entrarão no Céu.

Boletim
Receba Aleteia todo dia