Aleteia

Papa Francisco: “O diabo destrói o homem porque Deus se fez como nós”

Alberto Pizzoli/AFP
Compartilhar

“A Palavra de Deus é clara: o diabo pôs sua mira em Jesus; leiam o Evangelho: tenhamos fé ou não, a Palavra de Deus é clara”

Na homilia da terça-feira desta semana, dia 12 de novembro, ao comentar a Primeira Leitura extraída do Livro da Sabedoria (Sb 2,23-3,9), o Papa Francisco afirmou que o diabo tenta nos destruir por inveja de Jesus, que Se fez homem.

Francisco enfatizou o primeiro versículo, que recorda que Deus nos criou à Sua imagem e somos Seus filhos, mas, em paralelo, pela inveja do diabo, a morte entrou no mundo porque o anjo caído e soberbo não aceitou a Encarnação de Cristo e quis destruir a humanidade. Tentador, o diabo nos instiga ao ciúme, à inveja, à vontade de destruir – inclusive com a língua, mediante fofocas e calúnias que também matam.

O Papa relembrou:

“Caim e Abel eram irmãos, mas o ciúme, a inveja de um destruiu o outro”.

Ele citou ainda a realidade cotidiana retratada pela imprensa, com tanto foco em guerras, destruições, enfermidades decorrentes delas, ideologias devastadoras. Por trás disso tudo, destacou Francisco, há alguém que nos impele, alguém que semeia a destruição em nosso coração.

O Papa convidou os fiéis a se questionarem por que se semeia tanto ódio no mundo, nas famílias, no bairro, no local de trabalho, na política…

Ele se adiantou ainda à objeção de quem afirma que o diabo não existe e respondeu que “a Palavra de Deus é clara: o diabo pôs sua mira em Jesus; leiam o Evangelho: tenhamos fé ou não, a Palavra de Deus é clara“.

Francisco exortou, por fim, a pedirmos de Deus Pai “que faça crescer em nosso coração a fé em Jesus Cristo, Seu Filho“, recordando que Ele assumiu a nossa natureza humana “para lutar com a nossa carne e vencer na nossa carne” o diabo e o mal.

Boletim
Receba Aleteia todo dia