Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 04 Agosto |
São João Maria Vianney
home iconEspiritualidade
line break icon

Não tenha medo: você também é um rei

Christ the King

Fr Lawrence Lew, O.P. | Flickr CC BY-NC-ND 2.0

Tom Hoopes - publicado em 21/11/19

Neste domingo, muitos de nós nos veremos no rei rejeitado e ferido que adoramos

Mais do que nunca, homens e mulheres de hoje estão se sentindo perdidos e sozinhos.

A Solenidade de Cristo Rei, neste domingo, dá uma resposta surpreendente à nossa dor, lembrando-nos que, apesar das dificuldades, cada um de nós é mais do que valioso: cada um de nós é um rei.

Mas Cristo não parece tanto rei nas leituras de hoje. Ele parece uma imagem da derrota.

É uma leitura estranha para a celebração de Cristo Rei. Em vez de nuvens de glória, Jesus tem uma cruz. Em vez de respeito, ele recebe zombarias. Os líderes não se curvam perante ele, mas zombam dele. Ele não tem séquitos de anjos com trombetas; ele não tem nada.

Tudo na cena fala de inutilidade e fracasso: ele não pode andar, gesticular ou conceder favores, porque suas mãos e pés estão pregados. O único disposto a reconhecê-lo é um criminoso condenado; o único reconhecimento de sua realeza é um sinal que diz “rei dos judeus”, para ridicularizá-lo.

Parece familiar, não é?

Nossa cultura está experimentando níveis recordes de solidão e ansiedade que, para muitos, parecem uma crucificação.

Um em cada três americanos que trabalham relata problemas crônicos de estresse. Mais de três em cada quatro de nós regularmente sentem sintomas físicos causados ​​pelo estresse.

Metade de nós fica acordada à noite por causa do estresse e mais da metade briga com os entes queridos por causa do estresse.

Os mais atingidos são os homens de meia idade, que recorrem a álcool, drogas e até suicídio para obter alívio – mas mesmo para os adolescentes, o suicídio há muito tempo ultrapassou os acidentes de carro como a principal causa de morte.

Sentimos-nos crucificados: abandonados pelo amor que esperávamos nos cercar, zombados pelas grandes esperanças que já tivemos, desapontados pelas tarefas que pensávamos que dariam sentido à nossa vida; e presos, incapazes de corresponder às expectativas que os outros colocam sobre nós.

Jesus tem uma resposta clara para quem se sente um fracasso inútil.

A Igreja ensina que cada pessoa batizada não é apenas um rosto sem nome na massa da humanidade; somos profetas, sacerdotes e reis, cada um com uma missão única e insubstituível.

Este é o significado da primeira leitura, sobre a unção do rei Davi. Você se lembra da história de fundo: Jessé leva cada um de seus filhos a Samuel, que quer fazer de um deles um rei. O profeta rejeita todos, até que eles buscam o pequeno Davi, sem importância, que está com as ovelhas.

Essa é a história de cada um de nós; um candidato improvável escolhido por Deus dentre tantos candidatos superiores para ser ungido no batismo e ser feito sacerdote, profeta e rei.

Isso significa que nada é inútil, mesmo quando falhamos.

No batismo, cada um de nós é incorporado à vida de Cristo, incluindo seu sacerdócio quando nos sacrificamos pelos outros, e sua vida profética, quando falamos a sua verdade. Mas também participamos de seu reinado.

O Catecismo diz que exercemos nosso ofício real quando:

  1. Enfrentamos nossas próprias paixões – esse homem é chamado com razão de rei que faz de seu corpo um sujeito obediente, afirma o texto.
  2. Permanecemos com outros católicos: em nossas paróquias, em organizações católicas e em movimentos cívicos ou políticos – para impregnar a cultura e as obras humanas com um valor moral.
  3. Defendemos a vontade de Deus: dirigindo o que pudermos para o que é certo, em nossas famílias e locais de trabalho.

Somos reis sempre que enfrentamos as trevas do mundo, de acordo com a vontade Dele, começando com nossas próprias vidas.

Afinal, olhe a história real do “imagem da derrota” que é o crucifixo.

São Paulo nos diz o que estamos vendo quando vemos Jesus Cristo morrendo, rejeitado, na cruz.

“Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação”, ele escreve. “Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste.”

E é precisamente por meio de seu sacrifício na cruz que ele mostra sua realeza: “Pois foi do agrado de Deus que nele habitasse toda a plenitude, e por meio dele reconciliasse consigo todas as coisas.”

E não é apenas Jesus Cristo que vemos lá. No mesmo ato, diz São Paulo, Deus “nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino de Seu Amado Filho”.

Portanto, não importa quão sombrio o mundo possa parecer, permaneça de cabeça erguida.

Não há razão para temer; até a inutilidade e a derrota conduzem a Ele. Cada um de nós é um rei, na cruz ou fora dela, porque somos um com Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo.

Tags:
JesusLiturgia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
4
Pe. Edward Looney
Padre revela: por que sempre levo água benta comigo ao viajar
5
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
6
sacerdotes
Reportagem local
Suicídio de sacerdotes: desabafo de padre brasileiro comove as re...
7
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia