Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Papa Francisco expulsa do sacerdócio um padre autoproclamado exorcista

José Gustavo Barrientos (Reprodução)
Compartilhar

Barrientos “nunca respondeu ao chamado do bispo e esteve em rebeldia permanentemente”, reforçou o porta-voz diocesano

O Papa Francisco determinou a demissão do estado clerical do autoproclamado exorcista José Gustavo Barrientos, conforme comunicado oficial da diocese argentina de Jujuy divulgado em 26 de novembro. O documento pontifício, emitido por meio da Congregação para o Clero, data de 8 de outubro de 2019 e dispensa o sacerdote do celibato e das demais obrigações inerentes à ordenação presbiteral. O processo judicial canônico de “estado de rebeldia” tinha sido iniciado havia cerca de 10 anos pelo já falecido bispo dom Marcelo Palentini, então titular de Jujuy.

O sacerdote agora em estado laical havia declarado que “recebera uma revelação e precisava libertar as pessoas. Começou a celebrar missas nas casas, em outros lugares sem autorização do bispo, em permanente rebeldia”, conforme relato do pe. Germán Maccagno, porta-voz da diocese, à agência católica ACI Digital. Barrientos “nunca respondeu ao chamado do bispo e esteve em rebeldia permanentemente”, reforçou o porta-voz.

Mesmo suspenso do ministério durante a investigação canônica, Barrientos continuou realizando missas de cura e exorcismos, além de criar grupos de oração em várias províncias da Argentina e até no exterior: Colômbia, Itália, Canadá, México e Alemanha, segundo informações do jornal El Tribuno. Trata-se de grupos independentes que não mantêm contato com a diocese de Jujuy.

Barrientos chegou a ganhar notoriedade no México após realizar um exorcismo em 15 pessoas que tinham jogado ouija na cratera do vulcão La Alberca.

Leia também: O que aconteceu quando o autor de “O Exorcista” se arriscou a mexer com a ouija

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.