Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 27 Julho |
São Galactório
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Jovem padre na Venezuela: “eles não podem tirar nossa dignidade”

Dolors Massot - publicado em 09/12/19

Angel Colmenares e sua comunidade não podem deixar de sofrer a crise pela qual o país está passando, mas a Ajuda à Igreja que Sofre os apoia. Este é o seu testemunho

“A situação em nosso país é muito difícil. A hiperinflação tornou os alimentos e outros bens básicos tão caros que, mesmo quando se tem dinheiro, os venezuelanos vivem na pobreza.” Essas são as palavras de Ángel Colmenares, um jovem padre que vive em Catia La Mar, uma cidade costeira nos arredores de Caracas, a capital da Venezuela.

Até recentemente, a maioria das pessoas em Catia La Mar ganhava a vida trabalhando na indústria do turismo. As praias de Catia La Mar, junto ao mar do Caribe, atraíram continuamente milhares de turistas.

No entanto, desde 2014, a insegurança tornou a cidade não mais atrativa, trazendo ainda mais miséria. Como os turistas simplesmente escolhem outro destino de praia, os que mais sofrem são os próprios moradores.

“Apesar da terrível situação da Venezuela, decidi ser padre para servir meu país”, afirma pe. Angel.

Servindo a todos, 24 horas por dia

O trabalho de pe. Angel como sacerdote incide diretamente na vida de seus paroquianos. Eles rezam juntos, celebram a missa juntos e unem forças para garantir que ninguém na paróquia passe necessidade. Eles até tentam distribuir refeições, sempre que possível.

“Peço a Deus que me dê forças para ser sua testemunha e permanecer com meu povo”, diz o sacerdote.

Embora a situação seja extremamente difícil, padre Angel mantém a esperança: “Podemos não ter bens materiais” – ele reconhece –, “mas eles não podem tirar nossa dignidade”.

Dia após dia, esse padre caminha pelas ruas de sua paróquia, compartilhando, ouvindo e servindo a todos que pedem ajuda. Os sacramentos sempre chegam àqueles que precisam e pedem por eles.

“Estou convencido de que Deus não abandona seus filhos”

Em meio à pobreza e diante de um futuro incerto, pe. Angel ainda está convencido de que “Deus não abandona seus filhos. Eu posso ver seu amor e seu trabalho no dia a dia de nossas comunidades”, diz ele. Sua fórmula é simples, mas profunda: “A fé nos dá a força de que precisamos para perseverar em uma situação tão difícil”.

O trabalho do pe. Angel não seria possível sem o apoio que ele e sua paróquia recebem por meio da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (ACN).

Mas a colaboração da Fundação ACN é possível graças aos Presentes de Fé de muitas pessoas. Esses presentes são doações recebidas do mundo todo, as quais ajudam padres que, como pe. Angel, vivem uma vida de serviço em suas respectivas comunidades.

Como dar um Presente de Fé neste Natal?

Você quer ajudar padres como o pe. Angel neste Natal? Fazer isso é muito fácil: basta oferecer um Presente de Fé, enviando uma doação para a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre. Você pode fazer isso em seu próprio nome ou em nome de outra pessoa.

Ao dar um Presente de Fé, o Natal será diferente para quem receber sua ajuda, e tenha certeza de que também será diferente para você.

Você pode oferecer o seu Presente de Fé neste Natal fazendo uma doação para a Fundação ACN:

Se você está oferecendo seu Presente de Fédo Brasil, use este link:

https://bit.ly/33S95Qj

Se você está oferecendo seu Presente de Féde Portugal, use este link:

Tags:
CaridadeNatal
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia