Aleteia

Vinde, Senhor Jesus!

Jacob_09 / Shutterstock
Compartilhar

“A esperança nasce da certeza da fé. Nós, cristãos, precisamos nos encher das verdades de fé”

A esperança que devemos viver é a que nasce de uma certeza: o Senhor virá e a sua vinda está próxima. Levante a cabeça, reanime-se, porque a nossa libertação se aproxima. Essa é a grande esperança dos que acreditam no Senhor. É essa esperança que devemos levar a muitos.

Quando chegar o mundo novo, estaremos livres das consequências que o pecado acarretou: a morte, as doenças, a fome, a miséria, as injustiças, as guerras; e então, a dor, o pranto e a angústia desaparecerão. Estaremos livres de todo mal.

Essa é a nossa esperança: passaremos por muitas dificuldades e tribulações até esse dia chegar, mas, enfim, veremos um Mundo Novo, onde a justiça e a paz se abraçarão; e o amor e a alegria hão de reinar.

A esperança nasce da certeza da fé. Nós, cristãos, precisamos nos encher das verdades de fé.

Quando olhamos apenas as dificuldades e os problemas, ficamos sem esperança e, consequentemente, vivemos desanimados. Por isso a Igreja, muitas vezes ao dia, nas missas que acontecem em todos os lugares no mundo inteiro, logo depois da consagração, diz: “Vinde, Senhor Jesus”.

Também na missa, após o Pai Nosso, os fiéis dizem: “Enquanto, vivendo a esperança, aguardamos a Vinda do Cristo Salvador”. O cristão, e todo homem, precisa viver de esperança, porque se perdemos a visão do que vem; se perdemos o objetivo, morremos. Morremos espiritualmente, psicologicamente, fisicamente… E Deus não quer a nossa morte, mas, sim, a nossa vida. Nós, da Canção Nova, insistiremos nisso!

Monsenhor Jonas Abib

Boletim
Receba Aleteia todo dia