Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 27 Julho |
São Galactório
home iconEstilo de vida
line break icon

7 dicas para quem não quer criar filhos consumistas

SHOPPING

Jag_cz - Shutterstock

Reportagem local - Sempre Família - publicado em 17/12/19

Um dos primeiros passos é ensinar o valor do dinheiro para as crianças

Na TV e na internet, os pequenos são bombardeados com anúncios de produtos tentadores para a idade deles: bonecas, carrinhos, jogos eletrônicos.

Nos shoppings e supermercados, a lógica do marketing também tenta seduzir as crianças. Muitas não conseguem resistir. Resultado: birras e mais birras para que os pais comprem aquele objeto de desejo, que parece estar ali, tão fácil de ser adquirido…

Mas o que os pais devem fazer nessa hora? Comprar tudo o que os filhos pedem? Ensiná-los o valor do dinheiro e o fato de eles não poderem ter tudo o que querem?

A sua decisão neste momento será crucial para formar uma personalidade consumista ou mais conservadora nos pequenos.

Para quem não quer um adulto consumista em casa, o site Sempre Família destacou sete atitudes que você, pai ou mãe, deve adotar agora com as crianças antes que seja tarde demais. Veja:

1Aprenda a dizer não

Crianças precisam entender que não podem ter todas as coisas que desejarem. Infelizmente, muitas famílias acreditam que ceder aos desejos dos pequenos é uma prova de amor. O sentimento de culpa por não ter tempo para ficar com as crianças também pode levar os pais a ter dificuldade de não atender a um pedido. Mas lembre-se que dizer não é fundamental para criar os filhos com disciplina, caráter e discernimento.

2Dê tempo ao tempo

Não acelere as fases da vida. Crianças devem ser tratadas como crianças. Mesmo que seu filho peça, não compre produtos que possam incentivar seu pequeno a agir como se fosse uma pessoa mais velha. Isso é uma grande armadilha e pode trazer graves consequências para o futuro de seu filho.

3Mostre que dinheiro não cai do céu

Ensine o valor do dinheiro. Quando a criança aprende que cada produto anunciado tem um preço e que o dinheiro para comprá-lo precisa ser ganho através de trabalho e economia, elas entendem melhor os “nãos” recebidos.

4Doe o que não usa mais

Compre apenas o necessário. Por que manter caixas com centenas de brinquedos que a criança nem usa? O mesmo vale para roupas e calçados. Uma boa ideia é fazer uma limpeza periódica dos brinquedos e roupas da criança e doar aquilo que não é mais usado.

5Invista no tempo em família

Valorize os momentos em família. Passeios em parques, brincadeiras no quintal e jogos de tabuleiro com a participação do pai e da mãe ajudam a criança a desenvolver a criatividade e fortalecer os laços familiares. Com isso, seu filho compreenderá que o valor mais precioso está nas pessoas e não nas coisas.

6Oriente e ensine

Quando estiverem assistindo televisão, acompanhe os anúncios publicitários junto com seu filho. Você pode também aproveitar uma ida ao mercado ou um passeio ao shopping para conversar sobre hábitos de consumo. Como as crianças ainda não conseguem perceber o viés persuasivo dos comerciais e das vitrines, a orientação de um adulto pode ajudá-las a ver essas mensagens de forma mais crítica.

7Cuidado com a TV e o celular

Limite o tempo de exposição à televisão e ao celular. Essas são as maiores fontes de mensagens publicitárias e por isso as crianças que ficam muito tempo expostas a essas telas acabam recebendo muito mais apelos publicitários.

Leia mais em Sempre Família 

Tags:
Educação dos FilhosPecado
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
3
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira reza todos os dias às 3h ...
4
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
5
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
6
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
7
Anna Gębalska-Berekets
O que falar (e o que não falar) a um ente querido com câncer
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia