Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

A adoração dos Reis Magos, segundo os mestres do Renascimento

ADORATION OF THE MAGI, BOTTICELLI
Compartilhar

De da Vinci a Botticelli, a chegada dos três reis foi um tema comum entre os pintores desta escola

Pense nas pinturas de Natal. Provavelmente a imagem do Menino Jesus rodeado por um boi e um burro provavelmente lhe vem à mente. Mas muitos artistas renascentistas se concentraram nas figuras dos três Reis Magos, os três reis que, de acordo com o Evangelho de Mateus, honraram o nascimento de Jesus com presentes de ouro, incenso e mirra. De fato, é por causa dessa história bíblica que 2.000 anos depois, celebramos o Natal trocando presentes com nossos entes queridos.

Os “Três Reis” são um elemento básico da arte desde os tempos medievais. Mas foi durante o Renascimento que o tema “Adoração dos Magos” realmente se tornou um clássico das artes visuais. De Botticelli a Leonardo, nos séculos XV e XVI, muitos grandes artistas renascentistas foram contratados para criar pinturas sobre a chegada dos três reis. Aqui estão quatro das obras mais famosas sobre esse tema pelos mestres da Renascença:

1. Adoração dos Magos, Gentile da Fabriano, 1423

Descrito como “o trabalho culminante da pintura gótica internacional”, este painel dourado foi encomendado pelo patrono das artes florentinas, Palla Strozzi, quando Gentile da Fabriano chegou a Florença, em 1420.  O painel representa três momentos diferentes na chegada dos magos, desde a entrada em Belém até o encontro com a Virgem Maria. O ouro é o tom dominante da imagem, aumentando a sensação geral de opulência transmitida pelos ricos brocados e tecidos preciosos.

ADORATION OF THE MAGI; FABRIANO
Public Domain

2. Adoração dos Magos, Albrecht Dürer (1471-1528)

Considerada uma das maiores obras de Dürer no período após sua primeira viagem à Itália, esta pintura relativamente pequena – medindo menos de um metro – foi apresentada como um presente ao Sacro Imperador Romano Rudolf II por Christian II da Saxônia em 1603. Dürer organizou a composição em torno da figura do “terceiro rei”, um homem de pele escura retratado à esquerda que conduz o espectador através da pintura com o olhar. Ao contrário da maioria das obras renascentistas sobre o mesmo tópico, o plano de fundo é composto por uma paisagem natural. O artista alemão era famoso por seus auto-retratos, e ele também incluiu um nesta obra pintando o segundo rei como um homem com barba e cabelos longos.

BOŻE NARODZENIE W SZTUCE
Wikipedia | Domena publiczna

3. Adoração dos Magos, Sandro Botticelli (1475-1476)

Nesta tela, Sandro Botticelli representou três homens da família Medici de Florença, Cosimo, Piero, Giovanni, como os três reis. Cosimo é o primeiro rei, ajoelhado em frente à Virgem; Piero é o segundo rei, representado no centro da imagem com um manto vermelho; e Giovanni é o terceiro rei, à direita de Piero. O próprio Botticelli é retratado na extrema direita da pintura, vestindo uma túnica laranja. O grande nível de detalhe com o qual Botticelli descreveu as roupas dos Reis Magos é uma evidência da influência da escola de arte flamenca neste momento de sua carreira.

NATIVITY
BOTICELLI-PD

4. Adoração dos Magos, Leonardo da Vinci (1481)

Encomendada pelos monges agostinianos da igreja de San Donato, em Florença, essa obra inacabada foi uma das primeiras obras de arte pagas feitas por da Vinci. Foi deixada inacabada devido à partida do mestre de Florença em 1482. A composição segue uma estrutura triangular, com a Virgem Maria segurando o menino Jesus no centro e os três reis de cada um dos lados do triângulo. O fundo, com as ruínas de um edifício antigo e alguns operários e cavaleiros, contribuiu para a atmosfera onírica típica dos primeiros trabalhos do artista.

ADORATION OF THE MAGI, Leonardo da Vinci
Public Domain
The Adoration of the Magi, Leonardo da Vinci

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia