Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 04 Março |
São Casimiro
home iconEstilo de vida
line break icon

Uma dor chamada vício

Por Artit Fongfung/Shutterstock

Talita Rodrigues - publicado em 29/12/19

Jamais teremos poder sobre a vida do outro e sobre suas escolhas; só Deus tem

Já conheci muitas famílias lidando com vícios como o da droga. Contudo, nunca imaginei que eu viveria isso de perto.
Num certo dia, sem perceber, a droga roubou de mim quem eu amo demais. A droga levou embora a confiança, os momentos felizes, a esperança, a força para continuar, e todos os sonhos já sonhados.
A droga, trouxe dor, destruição e lágrimas tão doidas. Até que isso acontecesse, eu tentava dar o melhor de mim, e fazer com que essa pessoa se sentisse cada vez mais amada e querida, de modo que não precisasse buscar refúgio ou qualquer outro tipo de preenchimento nas drogas ou em coisas ruins.
Neste momento, após ter feito de tudo incessantemente, eu percebi e aprendi a dura lição que eu não posso absolutamente nada e que eu não tenho poder para lutar contra algo tão forte. E isso dói. E como!
Muitas vezes, tantas famílias que passam por situações assim aprendem da forma mais dolorosa que não são autossuficientes ao ponto de conseguir decidir o melhor para a vida do outro. Contudo, são nestes momentos de impotência, tristeza imensa e lágrimas no travesseiro que percebemos que o único que pode mudar a história de alguém, realizar o que parece impossível, e fazer com que amemos aquele que está no escuro é o próprio Deus. Só Deus transforma, só Deus cura. Precisamos entender que, por mais que doa muito, jamais teremos poder sobre a vida do outro e sobre suas escolhas. Contudo, podemos oferecer o silêncio e a oração a Deus, na esperança de que Ele aja no tempo certo e conforme a Sua vontade.
Portanto, se você passa por isso com alguém que mais ama, acolha, ore e silencie. Deixe com Deus. Se você sofre desse mau e faz com que as pessoas que mais te amam sofram, ore, renuncie e busque a humildade suficiente para admitir que sem Deus nada somos.
Finalizo dizendo: um dia me disseram que o amor cura, e apesar da dor, eu continuo acreditando nisso!
Tags:
DrogasSofrimentoVícios
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
3
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
4
Milagre eucarístico de Lanciano
Reportagem local
Os milagres e a ciência confirmaram juntos o tipo sanguíneo de Je...
5
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
Quantos anos tinha São José quando Jesus nasceu?
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
CHRZEST
Reportagem local
2 homens ou duas mulheres podem ser padrinhos de Batismo da mesma...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia