Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 06 Março |
Bem-aventurada Rosa de Viterbo
home iconPara Ela
line break icon

7 erros que os homens devem evitar se não quiserem destruir seu casamento

COUPLE

Sirtravelalot - Shutterstock

Gelsomino Del Guercio - publicado em 10/01/20

Situações triviais como esta parecem insignificantes, mas é nas pequenas coisas que nós, homens, temos que aprender a ser mais atenciosos

Há vários motivos que põem relacionamentos conjugais em crise. Em seu livro “Uomini che imparano ad amare” [“Homens que aprendem a amar“, em livre tradução do título], o autor italiano Antonello Vanni explica a crise matrimonial do ponto de vista masculino, apontando alguns erros que se cometem no cotidiano.

Para superar esses erros, aqui vão 7 sugestões:

1) Pergunte-se quais são os seus momentos felizes

Quais são os momentos em que você realmente se sente feliz com a sua esposa, satisfeito com a sua relação e, principalmente, graças ao seu relacionamento, motivado em tudo o que faz na vida? Um erro muito comum é o de não se fazer este exame de consciência, não se perguntar sobre isto. Só com essas reflexões é que se enxerga o que não está indo bem e onde é preciso melhorar.

2) Nas discussões, respire fundo e pergunte-se o que você realmente quer

Se acontecer de você discutir com ela, afaste-se um momento e pergunte a si mesmo, depois de respirar profundamente: “Afinal, o que é que eu realmente quero desta mulher que é a minha esposa? No fundo do meu coração, o que eu estou pedindo dela neste momento? Por que estou sentindo esta raiva, ressentimento e tensão?”.

3) Aja com mais responsabilidade

Em vez de esperar que a esposa mude (ou que qualquer outra pessoa mude), podemos sempre mudar nós mesmos para melhor: na nossa forma de agir, de enxergar o relacionamento, de viver e cultivar o matrimônio, de agir com responsabilidade para que o casamento seja feliz.

Raiva, ressentimento, humilhação, ofensa, mágoa, frustração, tristeza, sensação de abandono, solidão, medo… São apenas alguns dos sentimentos que se podem experimentar. Temos de reconhecer e controlar com mais clareza as emoções que sentimos e os comportamento destrutivos causados por essas emoções. Assim podemos dar ao nosso casamento a chance de florescer mais ainda (se já somos felizes) ou de se recuperar das “doenças” que o afligem (se nos sentimos em crise).

4) A prioridade não é o sucesso pessoal

É comum o risco de viver entre dinheiro e carreira, sempre longe de casa, em busca do “sucesso” material, esquecendo-se da vida amorosa e familiar e, por conseguinte, provocando esfriamento e afastamento matrimonial. Se não estamos de fato presentes para a mulher que nos ama e a quem amamos, é sério o perigo de perdê-la.

5) Não a ignore!

Vocês estão jantando, mas você come depressa e termina antes. Ela está contando sobre a jornada pesada, as crianças, a escola, o trabalho, as tarefas domésticas… Sim, você também teve um dia difícil e ela está sempre repetindo as mesmas chatices. Então você se levanta da mesa e vai para o sofá, trocando a esposa pela TV. Coloque-se na pele da sua mulher.

Situações triviais como esta parecem insignificantes, mas é nas pequenas coisas que nós, homens, temos que aprender a ser mais atenciosos; temos que aprender a amar mais.

6) Cuide das velhas feridas

Outro grande obstáculo para a felicidade do casamento é a dor causada pelas pequenas feridas que homens e mulheres se infligem no dia-a-dia.

O que fazer? É importante, primeiro, saber quais são as feridas que há dentro de nós e quando e por que elas voltam a se abrir. Reconhecer as velhas cicatrizes é um passo importante para curá-las. Se necessário, procure ajuda externa: um psicólogo, um diretor espiritual, um sacerdote atencioso.

7) Liberte-se do vício em pornografia

A dependência da pornografia online impede o amadurecimento da sexualidade ligada à afetividade e tende a se tornar um vício cada vez mais destrutivo, que pede imagens cada vez mais violentas e doentias.

Parece estranho, mas, justamente numa época em que achamos ter atingido o máximo da liberdade pessoal, somos, talvez, mais escravos do que fomos em qualquer época anterior. Nunca houve nenhum tempo em que, como hoje, fomos tão escravos de todo tipo de dependência voltada a gerar lucros exorbitantes para alguns às custas da nossa própria saúde e paz interior: drogas (ilícitas e “lícitas”), jogo compulsivo, pornografia, gula, bebida, internet, redes sociais, “vida” social de aparências… Tudo isso nos mantém acorrentados, intoxicando-nos e intoxicando o nosso relacionamento com quem amamos, privando-nos de uma vida plena e construtiva; de uma vida real.

Tags:
CasamentoFamíliaVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
3
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
4
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
5
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
Quantos anos tinha São José quando Jesus nasceu?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia