Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Vaticano dá sinal verde à causa de beatificação de mais um jovem brasileiro

Compartilhar

Marcelo Henrique Câmara, professor, procurador de Justiça, catequista e ministro extraordinário da Comunhão, enfrentou com serenidade a leucemia que o levou à eternidade aos 28 anos de idade. Ele pode ser o primeiro santo nascido em Florianópolis

A Arquidiocese de Florianópolis informou que o arcebispo dom Wilson Tadeu Jönck dará início ao processo de beatificação do jovem Marcelo Henrique Câmara no próximo dia 8 de março, quando, após a celebração da Santa Missa, será solenemente instalado o Tribunal Arquidiocesano para a investigação da respectiva causa, no Santuário Sagrado Coração de Jesus. O processo foi autorizado pela Congregação vaticana para as Causas dos Santos mediante a concessão do documento conhecido como “nihil obstat” (“nada obsta”, na expressão latina).

Localizado na paróquia dos Ingleses, norte da Ilha de Santa Catarina, o santuário foi o local em que Marcelo atuou como catequista e ministro extraordinário da Sagrada Comunhão. É lá também que ficarão sepultados os seus restos mortais como Servo de Deus. Marcelo é o primeiro candidato à canonização nascido em Florianópolis.

O Tribunal Diocesano investigará a consistência da santidade atribuída ao jovem, mediante a coleta de testemunhos sobre a sua vivência exemplar das virtudes cristãs, o estudo da sua história de vida como jovem cristão e a análise dos seus textos e palestras.

Postulador da causa, o pe. Vitor Feller declarou a respeito:

“No começo deste terceiro milênio, em meio aos desafios de um mundo altamente secularizado, Marcelo nos confirma que a santidade é possível e é um chamado para todos os estados de vida. É possível ser jovem e ser santo. Mais que isto: é preciso!”

Quem é o jovem catarinense que poderá ser declarado santo

Marcelo Henrique Câmara nasceu em Florianópolis no dia 26 de junho de 1979. Depois de uma experiência profunda de Deus em um retiro espiritual do Movimento de Emaús, ele passou a viver as coisas simples do cotidiano a partir de uma consciente visão espiritual, com gratidão pelas alegrias e com aceitação perseverante das dificuldades e desafios, dando grande testemunho de fé e amor a Deus, especialmente junto aos jovens. Membro do Opus Dei, ele mantinha ativa participação na paróquia do Sagrado Coração de Jesus.

Formado em Direito, Marcelo foi professor titular no Instituto de Ensino Superior (IES) e professor substituto na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), além de ter chegado a ser promotor de Justiça em Santa Catarina. Ele exerceu este cargo com reconhecida ética e profissionalismo, durante um ano, depois de ter estudado com esmero apesar da doença contra a qual já estava lutando bravamente: a leucemia, que, no entanto, acabaria roubando a sua vida aos 28 anos de idade, em 20 de março de 2008.

Sua biografia, “No Caminho da Santidade: a vida de Marcelo Câmara, um Promotor de Justiça“, relata como Marcelo procurou se identificar com o sofrimento redentor de Cristo na vivência serena do desafio do câncer, com o qual conviveu durante quatro anos.

O site marcelocamara.org.br reúne mais informações sobre a vida e o testemunho de Marcelo.

______________

Com informações da Arquidiocese de Florianópolis e da agência ACI Digital

Boletim
Receba Aleteia todo dia