Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Papa na festa do Batismo de Jesus: “Batizar um filho é um ato de justiça”

POPE FRANCIS,BABY
Ho | Osservatore Romano | AFP
Compartilhar

“Por isso é tão importante batizá-los desde crianças: para que cresçam com a força do Espírito Santo. Cuidem para que eles cresçam com a luz do Espírito”

Batizar um filho é um ato de justiça para com ele, afirmou hoje o Papa Francisco, porque, no Batismo, ele recebe o tesouro do Espírito Santo. As palavras do Papa foram ditas na Santa Missa desta manhã, festa do Batismo do Senhor, celebrada na esplêndida Capela Sistina com o rito do batismo das crianças.

Como de costume nesta festa litúrgica de encerramento do período do Natal, o Papa batizou nesta ocasião 32 crianças, sendo 15 meninas e 17 meninos. Aos pais, ele disse:

“Como Jesus foi Se batizar, assim vocês também trouxeram os seus filhos para o Batismo. O Espírito Santo os defenderá, os ajudará durante toda a vida. Por isso é tão importante batizá-los desde crianças, para que cresçam com a força do Espírito Santo. Cuidem para que eles cresçam com a luz, com a força do Espírito Santo, por meio da catequese, da ajuda, do ensinamento, dos exemplos que vocês darão em casa. Esta é a mensagem!”

Francisco recordou ainda que as crianças não estão habituadas a um ambiente fechado e um pouco quente como o da Capela Sistina, com tanta roupa para uma festa tão bonita, e que, a qualquer momento, poderiam se sentir incomodadas e começar a chorar.

“Não se assustem: deixem-nas chorar e gritar. Se estiverem com fome, podem amamentá-las, sempre em paz. É uma coisa bonita quando uma criança chora na igreja, é uma bela oração. Façam com que elas se sintam bem e continuemos em frente. Não se esqueçam: as crianças trazem o Espírito Santo dentro de si”.

___________

Com informações do Vatican News.

A foto ilustrativa desta matéria é da celebração de 2018.

Boletim
Receba Aleteia todo dia