Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 28 Setembro |
Santos Alfeu, Alexandre e Zósimo
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

A história do filhote de águia em busca da verdadeira Grandeza e Glória

BALD EAGLE

Shutterstock

Reportagem local - publicado em 27/01/20

"Mais uma vez, levantou voo e foi-se embora para a imensidão azul. Voou muito alto e durante muito tempo, com o ímpeto que só os que anseiam por imensurável Grandeza têm a coragem de se impor..."

Havia, do outro lado da floresta, uma montanha alta e escarpada. A vida de quem ali mora é grandiosa, cheia de epopeia, de glória, de horizontes grandiosos e de maravilhas. Do alto daquela montanha, enfrentam-se ventos bravios, tempestades, raios e trovões. E ali vive a águia, entre as rochas sólidas, no topo da montanha, fitando o horizonte e cuidando do seu ninho. É dali que, toda manhã, ela parte em seu voo majestoso.

Eis que, no ninho, repousam dois filhotes da águia. Abrindo os olhos eles admiram o horizonte. Para certas criaturas, a grandeza faz parte da vida diária. Ao começar a voar, um dos filhotes subiu muito alto e, fitando o sol, bradou:

Oh, sol! Oh, horizonte! Não haverá Grandeza e Glória maiores que vós?

Foi assim que o filhote de águia sentiu no peito uma espécie de chamado vindo do céu.

Tua vocação é a grandeza e a glória“.

Ele então tomou esta decisão: não voltaria mais à montanha escarpada, pois a Grandeza e a Glória o esperavam.

A torre do castelo

Depois de muito voar, achou um castelo de grossas muralhas e torres majestosas. Pensou:

Deve haver aqui muitos heróis e muita Grandeza. Aqui ficarei“.

Procurou a melhor torre e fez ali sua nova morada, de onde observava tudo. Pensava ter encontrado a verdadeira Grandeza e a verdadeira Glória. Entretanto, começou a perceber que muitas guerras envolvendo os supostos heróis do castelo se davam por meras vaidades, e torneios sem fundamento eram realizados por simples orgulho. Buscava-se não a Glória verdadeira, mas a vã glória.

Viu então o filhote de águia que não era naquele castelo de torres fortíssimas que moravam a Grandeza verdadeira e a verdadeira Glória. Levantou voo e foi-se para a imensidão azul, para as alturas, em busca da verdadeira Grandeza e da verdadeira Glória.

A torre do palácio

Voou muito, percorreu muitos campos e serras e avistou, ao longe, outro palácio. Foi se aproximando e voando em círculos. Observou a delicadeza e a elegância das torres e de toda a construção. Aquilo tudo era tão maravilhoso que o filhote de águia chegou a pensar:

Aqui realmente estão a Grandeza e a Glória“.

Procurou uma das torres mais belas e fez ali a sua nova morada. O palácio, porém, era sacudido constantemente por revoltas, traições, jogos de interesses políticos, bajulações, compras de prestígios e golpes covardes. Que decepção! A águia viu que não estavam naquele palácio majestoso nem a verdadeira Grandeza nem a verdadeira Glória.

Mais uma vez, levantou voo e foi-se embora para a imensidão azul. Desta vez voou muito alto e durante muito tempo, com o ímpeto que só os que anseiam por imensurável Grandeza têm a coragem de se impor. E, tendo observado muitos lugares pelos quais passou, em nenhum deles encontrou a verdadeira Grandeza e a verdadeira Glória.

A torre da igrejinha

Por fim, depois de voar dias e mais dias, avistou um lugar que lhe chamou a atenção. Desconfiado, voou ao redor várias vezes. Um som metálico lançado pela torre o convidava a pousar. Em seguida, um coro de vozes serenas se elevava até o céu. Faziam-se ali sentir verdadeira Grandeza e verdadeira Glória com intensidade que o filhote de águia jamais tinha imaginado que existisse. Quando fez a sua morada naquela torre, a águia sentiu no coração a plenitude da Grandeza e da Glória de tal modo que jamais o havia sentido até então em toda a sua vida de buscas e almejos.

Da torre daquela igrejinha singela e bem cuidada, de onde se alçava o canto suave do gregoriano dos monges de Nossa Senhora, a águia compreendeu que se travava ali uma guerra silenciosa, mas a maior de todas as guerras: aquela que se luta contra o mal, com as armas da oração, da contemplação, do trabalho, do autodomínio, da confiança em Deus, da caridade, da alegria que brota da fé. Ali, Nossa Senhora vence e o diabo tem a cabeça pisada. Ali se contempla a maior de todas as Grandezas e a maior de todas as Glórias, pois, no Sacrário, vive e reina verdadeiramente o Senhor e Rei de todo o Universo, Jesus Cristo, Deus Verdadeiro e verdadeiro homem, encarnado, morto e ressuscitado.

___________

Adaptado de postagem do blog católico Almas Castelos




Leia também:
O pai, o filho e o jeito de Deus de atender os nossos pedidos


burro

Leia também:
O conto do demônio e do burro – e de como nós mesmos fazemos o resto…


gritos

Leia também:
Por que as pessoas gritam umas com as outras?

Tags:
EucaristiaIgrejaJesusOraçãoVocação
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
2
Broken Mary
Reportagem local
Nasce (e cresce) nos EUA a inspiradora devoção a “Nossa Senhora D...
3
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
4
Caio Batista, jovem ex-protestante que se tornou católico
Reportagem local
Carta de jovem ex-protestante repercute nas redes: “Sim, eu me to...
5
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
6
Santa Missa
Reportagem local
Quanto tempo devemos chegar antes da Missa?
7
Irmã Cecilia
Reportagem local
Quem sorri assim no momento da morte?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia