Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Grupo cristão desaparecido no Iraque: ainda sem notícias

KOŚCIÓŁ W SYRII
AFP/EAST NEWS
Compartilhar

Organização fundada em 2013 já levou mais de 1500 colaboradores e voluntários para ajudarem nas suas missões no Oriente Médio

Um colaborador iraquiano e três franceses da ONG SOS Chrétiens d’Orient, fundada em 2013 para realizar missões permanentes no Iraque, Síria, Líbano e Egito, desapareceram em Bagdá na segunda-feira passada, 20 de janeiro, quando foram renovar autorizações burocráticas para atuar no país. Seus nomes não foram divulgados por segurança.

A SOS Chrétiens d’Orient informou publicamente, em 24 de janeiro, que não conseguia contato com os desaparecidos e que havia relatado o caso tanto às autoridades iraquianas quanto às francesas, já que, além de haver três cidadãos da França entre eles, a sede da organização fica em Paris.

Os quatro funcionários, segundo a ONG, têm boa saúde, conhecem as áreas de crise em que atuam e sempre respeitaram os padrões de segurança necessários na região.

Desde a fundação até o final de 2019, a SOS Chrétiens d’Orient já enviou mais de 1500 colaboradores e voluntários para ajudarem nas missões e projetos que realiza no Oriente Médio. Em 2017, o Ministério da Defesa da França reconheceu a organização oficialmente como “parceira da defesa nacional”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia