Aleteia

O santo que foi batizado com 11 nomes

Public Domain
Compartilhar

Hoje em dia, as crianças são registradas com nomes curtos. Mas, na época desse santo, era bem diferente

Santo Afonso Maria de Ligório é conhecido desta forma em toda a Igreja. Mas ele recebeu 11 nomes quando foi batizado. Você sabia disso?

Na atualidade registrar uma criança com um nome muito longo não é tão comum. Mas na época de Santo Afonso era um pouco diferente. Os nomes dados seguiam algumas tradições

Santo Afonso nasceu no dia 27 de setembro de 1696, em Marianella, uma pequena aldeia de Nápoles, o primogênito de José de Ligório e Ana Cavalieri. Ele foi batizado dois dias depois, na festa de São Miguel, na Igreja de Santa Maria das Virgens (Santa Maria dei Vergini) e ali recebeu os 11 nomes:

Afonso Maria Antônio João Francisco Cosme Damião Miguel Ângelo Gaspar de Ligório.

Antes de contar o significado de cada nome de Afonso existe uma história bastante interessante.

A profecia sobre Afonso

A família de Santo Afonso recebeu a visita de um padre, hoje conhecido como São Francisco Jerônimo. Ao dar a bênção para o primogênito dos Ligório, o padre tomou Afonso em seus braços e disse uma profecia:

“Este menino viverá muito, muito; não morrerá antes dos 90 anos; será bispo e fará grandes coisas por Jesus Cristo”.

Todas as palavras do padre aconteceram como ele profetizou! Santo Afonso viveu uma longa e intensa vida, acumulou grandezas por seu amor e dedicação à Igreja, se tornou bispo de Santa Ágata, recebeu o título de Doutor da Igreja, se tornou o cantor das glórias de Maria, o defensor intrépido da infalibilidade papal, apóstolo e missionário, e escreveu inúmeras obras que foram traduzidas em dezenas de línguas, perpetuando assim seu apostolado e espiritualidade notáveis.

Significado dos nomes

Para cada um dos nomes de Afonso há uma explicação. Quem escreveu sobre isso foi o missionário redentorista Théodule Rey-Mermet (1910-2002), no livro biográfico “O santo do século das Luzes: Afonso de Ligório”. Vamos conferir!

Com o nome Afonso, os pais queriam homenagear a memória do avô e do trisavô em seu primogênito. Já com Antônio, João, Francisco e Gaspar, os demais antepassados paternos. Os nomes Cosme e Damião e Miguel Ângelo, foram dados para valorizar os santos celebrados na proximidade de seu nascimento para o mundo e renascimento para a graça de Deus, seguindo as boas tradições da época.

Já o nome Maria homenageava a Mãe de Deus naquele sábado em que foi batizado. Tamanha foi a importância de Maria ao longo da vida do santo que quando se tornou bispo passou a assinar, Afonso de Maria.

Uma curiosidade é que Afonso significa “apto para a nobreza” e “pronto para a luta”. Santo Afonso então, era nobre pelo nascimento e cavaleiro de Cristo sempre pronto para as batalhas de Deus.

(A12)

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia