Aleteia

Quem é o padre uruguaio nomeado novo secretário particular do Papa Francisco

Credit OSSERVATORE ROMANO / AFP
Compartilhar

Amigos desde 2006, Francisco conseguiu reconhecê-lo em meio à multidão quando ia celebrar a sua primeira Missa após ser eleito Papa

O Papa Francisco e o pe. Gonzalo Aemilius se conhecem desde 2006, quando o então cardeal Jorge Mario Bergoglio era arcebispo de Buenos Aires e ficou sabendo das obras do sacerdote uruguaio com jovens de rua. O cardeal argentino telefonou para o pe. Gonzalo e, desde então, eles se tornaram amigos.

Agora, o sacerdote assumirá novas funções juntamente com o pe. Yoannis Lahzi Gaid, atual secretário particular de Francisco, que também permanecerá no cargo. Como novo secretário, o pe. Gonzalo substituirá o pe. Fabian Pedacchio, argentino, que trabalhou com o Papa de 2013 até dezembro de 2019. A partir dali, ele retornou ao cargo que antes exercia na Congregação dos Bispos.

Quem é o pe. Gonzalo Aemilius

Nascido em uma família rica de Montevidéu em 18 de setembro de 1979, o pe. Gonzalo Aemilius tem uma avó judia e pais que não acreditavam em Deus. Ele se converteu à fé católica no ensino médio.

Ordenado sacerdote em 6 de maio de 2006, foi diretor do Colégio Jubilar João Paulo II, em seu país, e estudou mais dois anos de teologia em Roma.

Na manhã de 17 de março de 2013, o Papa Francisco saudava os fiéis reunidos na Porta Santana, em Roma, quando viu o sacerdote em meio à multidão e o convidou para acompanhá-lo até a igreja em que iria celebrar a sua primeira Santa Missa depois de ser eleito Papa. Depois da celebração, Francisco o apresentou a todos e pediu orações por ele e pelo seu trabalho com os jovens de rua.

Entrevistado no dia seguinte pelo jornal L’Osservatore Romano, do Vaticano, o pe. Gonzalo relatou que o novo Papa, quando ainda era arcebispo de Buenos Aires, demonstrava grande capacidade de integrar valores diferentes e conduzi-los a uma ação conjunta:

“Ele me ensinou a extrair o que existe de melhor em cada indivíduo, independentemente de quanto ele seja diferente de todos os outros, aproveitando para o bem de todos”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia