Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 18 Setembro |
São José de Cupertino
home iconReligião
line break icon

Venezuela: Bispo denuncia tipo de pobreza que afeta milhões de pessoas no seu país

Fundação AIS - publicado em 30/01/20

Calcula-se que aproximadamente 15% da população tenha já abandonado a Venezuela

A Venezuela é um país a atravessar uma profunda crise humanitária. A Igreja tem denunciado com frequência a situação dramática em que se encontram milhões de venezuelanos por causa da crise económica no país governado por Nicolás Maduro.

Recentemente, o Bispo de San Felipe e administrador apostólico da arquidiocese de Barquisimeto, aproveitou uma das peregrinações mais populares na Venezuela para também denunciar o “estado de pobreza mais abjecta” em que se encontram “milhões de seres humanos no seu país”.

No dia da Divina Pastora, celebrado a 14 de Janeiro, D. Victor Hugo Basabe ergueu a sua voz para lembrar ao mundo que a Venezuela vive “um povo sitiado”, a quem se nega o “básico da vida”.  A crise no país reflecte-se em várias áreas cruciais para o dia-a-dia das famílias. A saúde é uma dessas áreas e tem sido objecto de crítica frequente por parte da hierarquia da Igreja.

Também o Bispo de San Felipe se referiu à degradação na prestação dos cuidados básicos de saúde. Referindo-se aos médicos e enfermeiros, o prelado afirmou que estes profissionais realizam verdadeiros “actos de magia” perante a falta crónica de medicamentos e de meios de diagnóstico.

Criticando a classe dirigente, o Bispo Hugo Basabe sublinhou a necessidade de o país ter políticos com “princípios éticos” e não “interesses egocêntricos e partidários”, e lembrou que o povo venezuelano, “ansioso por mudanças”, foi traído, segundo ele, pelos “comerciantes da política” nas últimas eleições no final de 2015.

Em Dezembro, o Bispo de Acarigua-Araure apelava, numa iniciativa do secretariado espanhol da Fundação AIS, à mobilização dos fiéis em todo o mundo em favor da Venezuela, dado o agravamento da crise no país de Nicolás Maduro.

Dizia D. Juan Carlos Bravo que o país já não consegue sobreviver sem ajuda externa e que “as igrejas tornaram-se num ponto de encontro” dos mais desfavorecidos. “São hospitais de campanha”, disse o prelado, “onde milhares de pessoas são alimentadas e crianças e pessoas doentes são atendidas”.

Sublinhando a importância da ajuda que algumas organizações como a Fundação AIS têm dado ao seu país, o Bispo de Araure lembrou que a Igreja tem como missão estar junto dos mais desamparados. “O nosso destino é o destino dos pobres”, afirmou adiantando que é, por causa disso, que “a Igreja é muito respeitada”. “Chegamos onde os outros não chegam.”

A crise económica e política em que está mergulhada a Venezuela tem expressão também no fluxo cada vez mais assinalável de pessoas que emigram em condições por vezes dramáticas.

Calcula-se que aproximadamente 15% da população tenha já abandonado a Venezuela, o que significa cerca de 4,5 milhões de pessoas. Nesta estatística da crise sobressai ainda o facto de 30 por cento das crianças sofrerem de desnutrição e de cerca de 60% das famílias já terem de procurar comida na rua.

Estes são indicadores da pobreza e fome que fazem parte do quotidiano de grande parte do povo da Venezuela. À falta de alimentos e medicamentos acresce ainda, muitas vezes, fortes carências ao nível energético e da distribuição de água potável. Esta situação de crise tem mobilizado a nível internacional a Fundação AIS com vários secretariados, nomeadamente o português, a lançaram campanhas de solidariedade para com a Igreja e o povo venezuelano.

(Departamento de Informação da Fundação AIS)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
7
tentativa suicídio depoimento
Reportagem local
EM IMAGENS: A cara da depressão profunda e do suicídio é não ter ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia