Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 01 Março |
São Félix III (II)
home iconReligião
line break icon

Proibições e licenças para matrimônios

ŚLUB

Bogdan Sonachnyj | Shutterstcok

Vanderlei de Lima - publicado em 03/02/20

Matrimônio válido é o que produziu o efeito, o que gerou um verdadeiro vínculo. Matrimônio nulo é o que não teve efeito

Há, no Código de Direito Canônico, cânon 1071, sete proibições que requerem licença do Bispo diocesano para que aquele matrimônio a se realizar – de válido que é – seja também lícito

Antes de entrarmos, de modo breve, em cada uma das proibições, distinguimos os conceitos de válido e lícito. Matrimônio válido é o que produziu o efeito, o que gerou um verdadeiro vínculo. Matrimônio nulo é o que não teve efeito, ou seja, não produziu o vínculo. O lícito é o que foi realizado de acordo com a lei. Casamento ilícito, é um matrimônio a princípio válido, mas que teve algo em desacordo com a lei. Daqui se segue que algo para ser completo deve ser válido e lícito. Caso contrário, há pecado grave. Seria como se alguém pagasse uma dívida com dinheiro roubado. O pagamento seria válido (zeraria o débito), mas não lícito (o dinheiro proviria de um meio ilegal). Passemos, agora, às proibições.

A primeira diz respeito aos chamados vagos ou que não têm residência fixa (ciganos, artistas circenses, ambulantes etc.). Dada a sua falta de ligação estável com uma comunidade, é preciso ter licença do Bispo.

A segunda trata dos matrimônios que não possam ser reconhecidos no âmbito civil. Embora a Igreja afirme que para os católicos só o casamento sob forma religiosa é sacramento, não deseja que lhe falte o efeito civil, de acordo com as leis do país. O Bispo há de ter muita cautela com essa licença, sobretudo para evitar a bigamia: A, já casado, civilmente, com B, se casa com C no religioso. Daí se recomendar o casamento na forma civil antes do religioso.

A terceira versa sobre compromissos anteriores ao matrimônio, especialmente em relação a filhos de um relacionamento anterior. É preciso séria diligência, pois quem vai se casar, já tendo obrigações anteriores, pode não estar inteiramente livre para o matrimônio. 

A quarta refere-se à fé católica. Ora, quem, de modo notório, abandonou a fé da Igreja pode menosprezar o sacramento a receber, colocar em perigo a fé do (da) consorte e a educação religiosa dos filhos. É preciso, portanto, séria averiguação e licença do Bispo. Para a licença se requerem as mesmas condições exigidas para o casamento misto: 1) a parte católica seja firme na fé, de modo que afaste, firmemente, as abordagens da (do) consorte e se esforce ao máximo para batizar os filhos na Igreja Católica; 2) a parte não católica saiba do compromisso do (da) consorte católico(a) e 3) ambas as partes estejam devidamente instruídas sobre as propriedades essenciais do matrimônio (cf. cânones 1055-1096).

A quinta traz à tona quem está sob censura eclesiástica (em excomunhão ou interdito), que parece rara. Um dos casos que pode afetar o (a) noivo(a) é a excomunhão por aborto (cf. cânon 1398), mas é levantada na recomendável Confissão anterior ao matrimônio. Em contrário, ou em outros casos, requer-se licença do Bispo.

A sexta se volta para menores desejosos de se casarem sem o aval dos pais. No Brasil, a Igreja proíbe à mulher de se casar antes dos 16 anos e ao homem antes dos 18, ainda que seja válido o casamento da moça aos 14 e do homem com 16. A proibição ocorre – mesmo acatando a vontade dos noivos – por respeito aos pais a quem cabe a tutela natural, mas não exageradamente possessiva, sobre os filhos.

A sétima é a do chamado casamento por procuração. Ocorre quando uma das partes não pode comparecer, e envia à cerimônia um(a) procurador(a). É fato estranho ou quase impossível, mas que pode existir em caso de acidente ou doença inesperada com lenta convalescença, problemas com visto internacional etc. Requer-se licença do Bispo para se proceder assim.

Por fim, Dom Hilário Moser assevera que “como se trata de proibições, não de impedimentos, o que se pede ao Bispo é licença, não dispensa (O sacramento do matrimônio: guia prático em perguntas e respostas. 2ª ed. Tubarão: Mitra Diocesana, 1999, p. 23).

Cf. Jesús Hortal, SJ. O que Deus uniu: lições de Direito matrimonial canônico. 5ª ed. São Paulo: Loyola, 2002, p. 51-57. Dom Dadeus Grings. A Boa nova da família. Porto Alegre: Evangraf, 2017, p. 140-141.


ROZWÓD

Leia também:
Nulidade matrimonial: Impedimentos


OBOWIĄZKOWE MEDIACJE

Leia também:
Nulidade matrimonial: falhas no consentimento

Tags:
CasamentoSacramentos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
3
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
4
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
5
MEXICO
Pablo Cesio
México: homem chega à própria missa de corpo presente
6
missionárias mártires iêmen
Reportagem local
A corajosa última oração destas 4 freiras antes de serem mortas p...
7
PRAY YOUNG
Arquidiocese de São Paulo
Rezar o terço sem contemplar os mistérios é válido?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia