Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 26 Julho |
Santa Glodesinda
home iconEstilo de vida
line break icon

O problema de você se queixar por aquilo que não tem

Ninguém é amado por todos: invejas, desprezos, ódios

Oleksii Shalamov - Shutterstock

Maria José Fuenteálamo - publicado em 07/02/20

Ficar obcecado com o que você não tem pode cegá-lo

O dia em que terminei a faculdade foi um dos mais difíceis da minha vida. Eu tinha cumprido tudo, mas não sabia o que fazer. Tinha alcançado meu objetivo, mas não sabia como desfrutá-lo. Então eu não simplesmente não comemorei. Claro que me arrependo disso. E ainda me pergunto hoje, como foi possível?

Muitos psicólogos explicam isso como a insatisfação por alcançar um objetivo: se você o tiver alcançado, já não tem mais valor. Precisamos do desafio seguinte, porque o que alcançamos já não nos satisfaz.

Nós só olhamos para o que não temos. Não valorizamos o que temos. Agora eu quero um carro melhor, um emprego onde receba mais; quero viajar mais a cada ano; quero uma casa melhor, um marido mais arrumado, mais bonito, um filho que tira notas melhores; quero parecer mais jovem…

A obsessão pelo que não temos nos cega para aquilo que já temos. Não apenas não vemos, mas subestimamos. E isso nos torna infelizes. E acabamos invejando quem tem mais.

A insatisfação constante, que coloca o foco no que não tenho, é tão problemática que só cria frustração. Você já parou para pensar no que você tem? Sua vida, sua família, seu trabalho, seja o que for, é muito positivo.

É claro que precisamos ter uma ambição natural de melhorar em todas as áreas da vida, mas também temos que melhorar nossa conformidade.

Estar feliz com o que você tem é positivo. É um dom. É por isso que comemorar é tão importante: a formatura, o aniversário, as grandes datas.

A sociedade nos leva a olhar atentamente para o que não temos. Claro, isso é a base da venda. É a base do consumismo: você ainda não tem tudo o que deseja.

Na psicologia, isso é conhecido como “viés negativo”, e nos leva a ficar obcecados com o que não temos. Eu não tenho o celular que gostaria, nem a bicicleta, nem o carro… e isso fica martelando na nossa cabeça.

Reclame menos (e valorize mais)

Pense nas suas conversas diárias: muitas vezes nos concentramos mais em reclamações. Estranhamente, parece que conversar sobre o bem e o positivo é algo presunçoso.

Mas fale sobre o quão bom é seu pai, seu filho, seu marido, sua esposa, em vez de reclamar deles. A propósito, é algo que fazemos quando crianças, certo? Quando se tira boas notas, é algo maravilhoso, não é?

Aplique isso a outros membros da família, a seus colegas de trabalho. Em vez de criticá-los, lembre-se de algo bom. Não se concentre na reclamação, em algo que um dia tal pessoa fez de errado.

Se é difícil, tente se colocar no lugar do outro: às vezes não entendemos certos comportamentos devido à falta de comunicação ou porque não paramos para refletir bem.

E depois, nessa mesma linha, pense no bem do seu trabalho, do sua casa, do seu jeans favorito…

E não seja tão perfeccionista

Oh, perfeição! Se existisse, não teríamos mais objetivos, certo? Essa perfeição que a publicidade vende não existe. Essa perfeição que as celebridades exibem nas redes sociais é ilusória.

O perfeccionista extremo vive na insatisfação absoluta.

Agora, no artigo abaixo, apresentamos as 6 características das pessoas felizes.




Leia também:
6 características das pessoas felizes

Tags:
invejaPecadoVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
3
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
4
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
5
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
6
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia