Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os 3 melhores exercícios para mulheres acima dos 40

EXCERCISE
Anna Jurkovska | Shutterstock
Compartilhar

Um estilo de vida saudável tem tudo a ver com o estilo de vida cristão

Constantemente, eu tinha dores nos músculos e nos ombros. Um dos meus amigos e colegas treinadores sugeriu que talvez fosse hora de modificar meus exercícios, já que “não tenho mais 20 anos”.

Eu ignorei as sugestões dele, mas 10 dias seguidos de dor persistente, que atravessaram a fronteira entre “dolorido” e “tenso”, finalmente me empurraram para o limite.

Quando eu disse ao meu pai que precisaria modificar meus treinos, a primeira pergunta dele não foi uma surpresa: “Então não há mais pesos?”. “De jeito nenhum”, eu respondi. “Os pesos são mais importantes do que nunca. Impacto menor – menos saltos largos, mais remo, talvez um ritmo um pouco mais lento”, acrescentei.

Ele riu e balançou a cabeça, ainda não convencido pelos meus argumentos de que halteres eram mais importantes para mulheres acima de 40 anos do que para 20 e poucos anos.

É verdade, embora certamente não seja de conhecimento comum. As mulheres precisam mais de treinamento de resistência depois de completar 40 anos do que antes. De fato, minha lista dos três principais exercícios para mulheres acima de 40 anos contém algumas surpresas. (Alerta de spoiler: o yoga não serve para nada)

Confira!

1
Agachamentos com peso

O treinamento de resistência é crucial para mulheres com mais de 40 anos, para manter saudáveis ​​duas partes vitais do nosso corpo: nossos ossos e nosso metabolismo.

A osteoporose é uma perda de densidade óssea que, muitas vezes, leva a um risco de fraturas ósseas – e a incidência dela aumenta acentuadamente para as mulheres à medida que envelhecemos. Embora existam muitos fatores que contribuem, um deles é a redução da resistência muscular e esquelética, pois, basicamente, levantamos as coisas com menos frequência e tendemos a nos esquivar de levantar coisas pesadas.

A resistência que nossos músculos aplicam aos nossos ossos quando os pressionam para levantar objetos pesados ​​faz parte do que constrói e mantém a densidade óssea. Portanto, levantar pesos é essencial para evitar a osteoporose –  Devemos ficar de cócoras, levantando ao menos 9 quilos, em séries, 3 vezes por semana. Todos esses movimentos são funcionais, o que significa que os usamos no dia a dia. E o treinamento funcional reduz lesões nas atividades diárias. Além disso, levantar pesos ajuda a construir e manter a massa muscular, que é o que impulsiona nosso metabolismo.

2
Remada

Sou recém-convertida à remada e adoro isso. Não há maneira melhor de baixo impacto para elevar a frequência cardíaca, a remada atinge todas as articulações durante o movimento, garantindo que você não perca a amplitude por atrofia e inatividade. O remo também depende muito da cadeia posterior, que são os músculos que compõem a parte de trás do corpo – músculos que são tristemente inativos e subdesenvolvidos em nossas vidas modernas e sedentárias. Pode demorar um pouco para se acostumar com o ritmo da máquina de remo, mas não desista. Em breve, você estará queimando calorias e desenvolvendo músculos.

3
Burpees

Eu sei, todo mundo me odeia por isso, mas é verdade. Burpees são um dos melhores exercícios funcionais de corpo inteiro que você pode fazer. Mas o que é burpee? É pular, deitando-se de frente no chão e levantar-se, pulando para trás. Não posso contar quantas mulheres que treinei que não conseguiam se deitar e se levantar quando começaram a levar a sério o condicionamento físico, mas posso garantir que todas elas são mais do que capazes agora. Se você não conseguir pular para trás na prancha alta a partir de uma posição agachada, não desanime; basta recuar, uma perna de cada vez.  Se você praticar isso de forma consistente, estará pulando para cima e para baixo em pouco tempo … e as recompensas que você colherá por sua saúde e bem-estar serão incalculáveis.

*Calah Alexandre é mãe de quatro e professora de taekwondo

 

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia