Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Barco-hospital Papa Francisco tem fila de espera de voluntários

Barco hospital Papa Francisco
Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus
Compartilhar

Todas as expedições de 2020 já contam com as vagas para voluntários preenchidas; mais de 100 médicos e dentistas aguardam para participar das missões no ano que vem

O barco-hospital Papa Francisco já tem todas as expedições de 2020 pela Amazônia brasileira agendadas. E um fato surpreendeu os coordenadores do programa que leva saúde à população ribeirinha: todas as missões já têm o número de voluntários preenchido. Mais do que isso: há ainda fila de espera para as expedições de 2021

Ao todo, o programa conta 230 médicos e dentistas confirmados para os embarques que acontecem entre março e dezembro deste ano. Outros 120 profissionais aguardam pra prestar seus serviços no barco em 2021.

“Está sendo uma via de duas mãos. As pessoas estão se envolvendo demais, esposas contam que os maridos voltaram outra pessoa. A gente acredita que aí está o sucesso do barco-hospital: o trabalho, o afeto que está chegando de lá está mudando o profissional também. O profissional volta e relata a seus próximos, seus amigos a experiência que teve e fomenta. De um profissional aparecem dois, três”, disse Anderson Flávio Peres, coordenador de voluntariado do barco-hospital Papa Francisco, ao jornal Diário da Região.

O barco-hospital

A ideia do barco-hospital surgiu em 2013, quando o frei Francisco Belotti, da Associação e Fraternidade Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus, se encontrou com o Papa Francisco no Hospital São Francisco de Assis na Providência de Deus, no Rio de Janeiro. O Papa sugeriu ao religioso que prestasse  um serviço de saúde na Amazônia. Pouco tempo depois, o Lar assumiu as Santas Casas de Óbidos e de Juruti, no Pará. Logo surgiu a ideia da construção de um barco para navegar pelo Amazonas e atender a população ribeirinha, cujo acesso aos serviços de saúde é dificílimo.

Com 32 metros de comprimento, 430 toneladas e base oficial instalada em Óbidos (PA),o barco-hospital Papa Francisco oferece principalmente atendimento básico de saúde, mas também está equipado com centro cirúrgico, um imenso diferencial em relação a iniciativas semelhantes. A embarcação é dotada ainda de consultórios, laboratórios, leitos de enfermaria e salas especiais como a de vacinação, além de equipamentos para realização de exames, inclusive preventivos de câncer.

O Barco-Hospital está preparado para fazer expedições de 10 dias. A primeira delas aconteceu em setembro de 2019 e a ideia é realizar 20 missões por ano.

 

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia