Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Paquistão: “situação piora de dia para dia” por causa das conversões forçadas

CHRZEŚCIJANKI, PAKISTAN

gary yim | Shutterstock

Fundação AIS - publicado em 23/02/20 - atualizado em 23/02/20

O Arcebispo de Lahore, recentemente de passagem por Portugal, comentou o problema

Continuam as ondas de choque por causa da aplicação da lei islâmica, a ‘sharia’, pelo Tribunal de Karachi no caso de sequestro de uma rapariga cristã de 14 anos. Ignorando a própria lei, que não permite o casamento de pessoas menores de idade, os juízes validaram na passada segunda-feira, dia 3 de Fevereiro, o casamento forçado de Huma Younus, uma rapariga cristã raptada em Outubro do ano passado em Zia Colony, na cidade de Karachi.

Este caso está a provocar um sentimento de insegurança na comunidade cristã. Em declarações em exclusivo à Fundação AIS em Lisboa, Joel Amir Sahotra, um ex-deputado na Assembleia do Punjab, diz que, “após a decisão do Tribunal no caso de Huma Younus, sentimo-nos ainda mais inseguros do que antes”, sublinhando que se tem vindo a agravar os casos relacionados com as conversões forçadas.

Para este dirigente da comunidade cristã paquistanesa, “a situação está a piorar de dia para dia” e afecta tanto cristãos como hindus. O caso da jovem Younus tem sido visto com enorme perplexidade. “Huma Younus tem 14 anos e legalmente não se pode casar, mesmo aos olhos do tribunal, porque não tem 18 anos, que é a idade legal para poder casar no Paquistão.”

A decisão do Supremo Tribunal de Karachi está a provocar, afirma Joel Amir, “um sentimento de insegurança entre a comunidade cristã”, que condena “totalmente” a decisão dos juízes. Apesar do revés provocado pela sentença judicial, este caso ainda não está encerrado. “Obviamente temos de recorrer ao Supremo Tribunal e espero que aí consigamos alguma justiça, tal como conseguimos no caso de Asia Bibi”, explica ainda o ex-deputado na Assembleia regional do Punjab.

O caso de Huma Younus veio colocar na ordem do dia a questão dramática do sequestro de raparigas no Paquistão, problema que afecta principalmente as comunidades cristã e hindu, duas das principais minorias religiosas neste país muçulmano. Normalmente, as jovens depois de raptadas são violentadas e forçadas à conversão ao Islão, sendo depois dadas em casamento a homens mais velhos.

O Arcebispo de Lahore, recentemente de passagem por Portugal, comentou este caso, lembrando que, só no ano passado, houve “cerca de uma centena” de sequestros de raparigas cristãs no Paquistão. “Sei que [Huma] foi raptada e depois foi violada”, afirmou D. Sebastian Shaw.

Para o prelado, também em declarações à Fundação AIS, o sequestro de jovens raparigas “significa que alguma coisa está errada na sociedade”. Não há números concretos sobre esta realidade dramática. Em relação ao ano passado, por exemplo, ano em que ocorreu o sequestro da jovem Younus, o Arcebispo de Lahore avança apenas com uma indicação genérica: “Não sei os números exactos, mas foram muitos, muitos casos. Talvez uma centena, talvez um pouco menos. Do Punjab, de onde eu venho, também houve casos e muitas [destas raparigas] são menores de idade.”

(Departamento de Informação da Fundação AIS)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
3
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
7
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia