Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 07 Março |
home iconReligião
line break icon

“Não vou a missas de 7º dia porque me sinto mal. Estou em falta com Deus?”

POPE FRANCIS - PENTECOST MASS - SUNDAY

Antoine Mekary | ALETEIA | i.Media

Aleteia Brasil - Arquidiocese de São Paulo - publicado em 26/02/20

O pe. Cido Pereira responde à pergunta de uma leitora: "Minha querida, como é possível se sentir mal diante de Deus?"

Em sua coluna no jornal arquidiocesano O São Paulo, o pe. Cido Pereira respondeu à seguinte colocação de uma leitora:

Veja o relato que recebi da Dalva, do bairro de Santana: “Há muitos anos, quando eu era bem mais jovem, fui a uma missa de sétimo dia e me senti muito mal. Desde então, não consigo ir a missas de sétimo dia, quando acontecem de noite. Estou em falta com Deus?” Dalva, por favor: por que você se sentiu mal numa missa, passou a sentir-se mal em todas as outras? Minha querida, como é possível se sentir mal diante de Deus? Ir a uma missa de aniversário de morte é um ato de amor pelo falecido, porque pedimos a ele a misericórdia de Deus. Eu até aproveito para dizer a você e a todos que a missa pelos mortos é pela salvação da alma deles. Não existe missa em homenagem aos mortos, por mais merecedores que tenham sido. A Igreja usa a expressão “missa em sufrágio da alma de …”. Participar de uma missa de sétimo dia, de um mês ou de um ano é um ato de fé na vida eterna. Proclamamos que a morte não é o fim de tudo, mas o começo de uma nova vida. Para quem não crê na vida eterna, a missa por quem morreu, parente ou amigo, pouco ou nenhum valor tem, porque, para quem vai a uma missa sem a correta disposição de coração, torna-se impossível a comunicação com Deus. Se para alguém a morte é o fim, é a destruição, que sentido haveria em orar pelos mortos? Enfim, minha querida Dalva, a missa pelos mortos é um ato de esperança. Quem eu amo se dirigiu a Deus. Um dia nos reencontraremos Nele. Então, minha irmã, faça um esforço e, quando a morte levar alguém que você ama – parente ou amigo –, vá à missa confiar a alma do falecido à misericórdia de Deus.




Leia também:
A honra de acompanhar o funeral de quem não tem ninguém

Tags:
MissaMorte
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
3
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
4
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
5
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
BABY BORN
Reportagem local
Bebê “renasce” após ser batizado por uma médica
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia