Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os barulhos do teu coração te incomodam?

CISZA
Shutterstock
Compartilhar

A busca do silêncio é início do processo de lapidação da mente e purificação do coração

O barulho é uma verdade muito incômoda que precisamos lidar todos os dias na nossa vida. Estamos cercados de barulhos, vozes, gritos, falas, discursos, brigas, perturbações, agitações e inquietações.

O barulho que se faz no mundo exterior se transfere para dentro de nós, e o barulho do nosso interior nos leva a exclamar, gritar e brigar com o mundo que nos cerca. Estamos dominados pelas insatisfações do coração. A alma geme em busca de consolo. A mente se perturba em busca de respostas. A vontade se agita em busca de satisfazer o ego, e as emoções se aglomeram em descompassos por não encontrar espaços para saciar sua necessidades

O seu interior faz muito barulho?

Não há cura para os nossos males se não encontrarmos a via do silêncio e da purificação dos sentidos. Precisamos mergulhar nossa alma na candura vibrante do silêncio interior, calar as vozes agitadas que perturbam nosso ser a cada instante. É um trabalho para vencer a ansiedade dos sentidos que vive em busca de satisfações para suas necessidades. É um sobressalto para a serenidade e o equilíbrio interior, tão necessário para colocar ordem na casa, no coração, nas emoções e vencer os devaneios da mente.

A busca pelo silêncio deve ser uma atitude brutal e audaciosa. Ela é a violência evangélica exaltada por Jesus. Sem ela não atingimos nossa verdade interior nem conquistamos a sensatez de viver. O coração impulsivo bate para todos os lados e não encontra satisfação em nada. A busca do silêncio é início do processo de lapidação da mente e purificação do coração. Eu não irei me conhecer como preciso ser conhecido nem mudarei atitudes e comportamentos inadequados sem penetrar nas verdades incômodas que se escondem nas penumbras do meu ser, sufocadas pelas soberbas e vaidades da vida.

Aprenda a ouvir o silêncio do seu coração

O silêncio incomoda, perturba e causa profundas estranhezas em nós e nos outros. A verdade, no entanto, é que nos tornamos estranhos a nós mesmos à medida que não nos conhecemos nem buscamos a sobriedade dos sentidos.

A paz interior e a paz nas relações humanas e sociais só se torna realidade para aqueles que mergulham o coração no profundo silêncio da alma. Do contrário, continuaremos promovendo guerras, embates, disputas, conflitos, acusações, polarizações e perturbações. E dentro de nós irar se alargar a guerra dos sentidos, a implosão dos afetos e o inchaço do orgulho insaciável.

Temos sede urgente de muito silêncio!

Por Pe. Roger Araújo, via Canção Nova 

     

     

    Boletim
    Receba Aleteia todo dia