Aleteia

Os nossos calvários que Jesus tão bem conhece

Compartilhar

“Eu sei quantas renúncias tens de fazer para atenderes à minha voz, sei dos teus calvários, dos teus espinhos, das tuas cruzes, sei que tens de morrer cada dia um pouco para a tua vontade. E sofres…”

O pe. José Eduardo Oliveira compartilhou em seu Facebook a seguinte oração, na forma de palavras de Cristo para nós em meio aos sofrimentos que enfrentamos – e que Ele bem conhece:

Eu sei quantas renúncias tens de fazer para atenderes à minha voz, sei dos teus calvários, dos teus espinhos, das tuas cruzes, sei que tens de morrer cada dia um pouco para a tua vontade. E sofres… Sofres de saudades, sofres de frustrações, sofres de soledades. Mas eu estou dentro de todas estas mortes e é nelas que te faço ter um antegozo da minha glória. Não te fatigues pelo desgosto de ainda sentires que o teu eu está tão aquém daquilo que lês nas vidas dos meus servos e de te veres raso ante tais profundidades, pois eu sou Deus para num instante impôr um fim às tempestades de tu’alma agitada. Não te esqueças que me apraz vir como um ladrão, de noite. Mantém tua chama acesa, clama, grita, suplica, pois, mal sai a prece de teus lábios, eu me apresso para derramar-me em graça sobre a tua vida.

Boletim
Receba Aleteia todo dia