Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 18 Maio |
Bem-aventurada Blandina Merten
home iconReligião
line break icon

O coronavírus quase parou Milão, mas a Caritas local prossegue a todo vapor

MILANO

Shutterstock | Resul Muslu

Reportagem local - publicado em 03/03/20

Organização católica de caridade e ação humanitária se torna ainda mais importante nestes períodos críticos: "Não vamos deixar ninguém para trás"

Iniciativa da Igreja, a Caritas é uma das mais conhecidas e respeitadas organizações mundiais de caridade e ação humanitária, estruturada como um grande sistema de entidades que atuam localmente.

Durante a crise atual do coronavírus no norte da Itália, a Caritas de Milão, também chamada de Caritas Ambrosiana em homenagem ao grande bispo local Santo Ambrósio, continuou ininterruptamente o seu trabalho de ajuda aos mais necessitados da população, mesmo no meio das medidas excepcionais de segurança impostas pelas autoridades desde o início da emergência. Luciano Gualzetti, o diretor, resume:

“O desafio é vencido com o foco nos vínculos e na solidariedade”.

Os 8 Empórios da Solidariedade e os 4 armazéns da Caritas Ambrosiana permaneceram abertos o tempo todo, com entregas escalonadas para evitar filas e aglomerações nos pontos de distribuição e, assim, garantir mais segurança sanitária. Ordenadamente, mesmo durante este período de emergência, foram distribuídos em média 350 quilos de alimentos para 200 pessoas por dia. Os voluntários relataram que não houve corridas caóticas às prateleiras: cada um pegou o que precisava, respeitando a sua vez.

No refeitório da Caritas Ambrosiana, voluntários e agentes montaram kits refeição com um prato quente, uma porção de legumes, fruta, pão e doces.

No albergue noturno administrado pela entidade perto da Estação Central de Milão, foi instalado um ambulatório médico organizado por agentes e médicos voluntários. Atualmente, há 54 internos. A capacidade máxima é de 60 pessoas.

Os colóquios, ou atendimentos personalizados, também continuam sendo realizados em 380 centros de escuta espalhados pelas paróquias da arquidiocese e nos guichês dos serviços centrais, como o Serviço de Acolhida de Milão, o Serviço de Acolhida aos Imigrantes e o Serviço de Orientação Profissional – Siloe, mas agora só mediante agendamento, com o intuito de evitar aglomerações. O número de pessoas que procuram esses serviços é bastante alto, com cerca de 4 mil por dia, mas a média de acessos diários por guichê é de 10 pessoas, um número que pode ser gerenciado com segurança.

Luciano Gualzetti, que dirige a Caritas Ambrosiana, manifestou gratidão “a todos os agentes e voluntários que, com grande generosidade, não deixaram de demonstrar a sua proximidade às pessoas em dificuldade”:

“Neste momento tão difícil, somos chamados a implementar todas as medidas necessárias para proteger os voluntários e os agentes, sem deixar sozinhos os nossos hóspedes, que correm o risco de sofrer as piores consequências dessa emergência. São pessoas que, mesmo em situações como essas, correm o risco de ser as últimas, as menos informadas e protegidas. Os voluntários e os agentes deram uma resposta extraordinária, porque também eles estavam preocupados, mas se colocaram à disposição, tomando todas as precauções que sugerimos. O caminho mestre é o dos laços. Esta situação deixou claro que todos nós estamos na mesma situação e temos que sair dela sem deixar ninguém para trás”.

__________

Com informações do Vatican News




Leia também:
Terremoto do Haiti, 10 anos: “Quem lidera a reconstrução é a Igreja”, diz missionária


lavanderia roma papa francisco

Leia também:
Papa Francisco mantém lavanderia gratuita para os pobres de Roma




Leia também:
Governo de Nicolás Maduro confisca doação de remédios à Cáritas da Venezuela




Leia também:
O último discurso de Zilda Arns – e um legado que diz mais que mil palavras

Tags:
CoronavírusIgreja Católicasolidariedade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
2
POPE AUDIENCE JUNE 26; 2019
Philip Kosloski
Quanto é o salário de um papa?
3
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados “sinais do céu”?
4
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
5
Soutane de Jean Paul II/attentat
Marzena Wilkanowicz-Devoud
Onde está a batina manchada de sangue de João Paulo II?
6
São Francisco Marto
Reportagem local
A oração favorita do pequeno grande São Francisco Marto, vidente ...
7
AVA MARIA
J-P Mauro
O pai que roubou a cena cantando a Ave-Maria de improviso na Disn...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia