Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Transforme seu lar em um lugar visitado por anjos

prayING
Andrew Angelov | Shutterstock
Compartilhar

Se as coisas vão de mal a pior, é porque a nossa vida e nossa casa não têm sido um lugar de oração

Se sua casa se tornar um santuário de oração, acredite: ela será visitado por anjos. Mais ainda, o Anjo da Guarda estará muito presente e, portanto, você não estará mais sozinho. Muitas vezes, você estraga tudo, porque faz as coisas por si mesmo, ou seja, vive os seus planos. No entanto, tudo isso precisa ser, radicalmente, o contrário: ore, peça, interceda e tenha certeza, pois o próprio Senhor fará com que o Anjo da Guarda de cada pessoa da sua família entre em ação para trazer a paz, a concórdia, a libertação e saúde de que todos precisam.

Quanto à educação das nossas crianças, confie seus filhos ao Anjo da Guarda de cada um deles; peça ao anjo que dê a você a sabedoria para educá-los. Ele irá colocar, na sua mente e no seu coração, a sabedoria de que você necessita, também vai corrigi-lo em coisas que você não deveria fazer. Se você ouve e obedece, obterá a sabedoria de que precisa para educar seus filhos

Os anjos do Senhor travam o combate espiritual por sua casa

Se as coisas vão de mal a pior, é porque a nossa vida e nossa casa não têm sido um lugar de oração; pelo contrário, têm sido casa de insultos, pornografias, adultérios; infelizmente, um local onde não se reza.

Chegamos a ponto de vermos pais com vergonha de abençoar seus filhos e, lógico, filhos que não sabem pedir a bênção. As pessoas têm vergonha de fazer o sinal da cruz antes de comerem. Adoram a televisão, passam horas diante dela, assistindo às novelas sujas, que entram pelos olhos, ouvidos e coração, para nos fazerem cada vez mais pessoas decaídas, com sentimentos ruins, mas não conseguem tempo para rezar um terço, para unir a família em oração, para ler a Bíblia. Elas têm vergonha de Deus! Por isso, as coisas vão de mal a pior.

Muitas vezes, tudo vai depender somente de você. Se os outros não querem rezar, disponha-se e reze você! E saiba: além dos Anjos de Deus, infelizmente, a Palavra nos diz que existe uma multidão de espíritos malignos, de anjos decaídos, por serem desobedientes e rebeldes, que estão também ao nosso redor.

Vejamos na carta de São Paulo aos Efésios:

”Para terminar, armai-vos de força no Senhor, da sua força onipotente. Revesti-vos da armadura de Deus para estardes em condições de enfrentar as manobras do diabo. Pois não é o homem que afrontamos, mas as Autoridades, os Poderes, os Dominadores deste mundo de trevas, os espíritos do mal que estão nos céus. Lançai mão, portanto, da armadura de Deus, a fim de que, no dia mau possais resistir e permanecer de pé, tendo recorrido a tudo” (Ef 6,10-13).

Compreenda: você não luta contra seu marido que entrou para a bebedeira, contra sua mulher que caiu na infidelidade nem contra seu filho que entrou para as drogas. Você não está apenas lutando contra forças humanas, contra as estruturas injustas da sociedade como o desemprego e as injustiças sociais. Além de tudo isso, você está lutando contra forças espirituais do mal, espíritos malignos que querem acabar com você, levando-o para o mal.

São os Anjos que nos auxiliam

Um grande segredo é compreendermos também que, na verdade, não somos nós que lutamos contra os espíritos malignos, nem temos forças para os enfrentar. Seríamos tolos se quiséssemos enfrentá-los com as nossas próprias forças. Quem luta são os anjos do Senhor, quem os sustenta, na batalha, somos nós com nossas orações. Anjos bons lutam por nossa causa, para nos defender. É disso que São Paulo nos fala: ”Há uma luta espiritual nos ares, nesse mundo de trevas”. E como daremos a vitória aos Anjos que lutam por nós? A resposta está no mesmo capítulo do livro de Efésios, de acordo com a tradução da Bíblia Ave-Maria:

”Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos” (Ef 6,18).

Aí está a solução: ”Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância”.

Isso quer dizer que se você está alegre, ore; se está triste, ore; com dívidas, chateado por causa de seu filho, com o coração quebrado por causa do seu marido, sofrendo por causa do desemprego, machucado por causa de alguém que o ofendeu, ore. Em todas as circunstâncias, ore. ‘‘E perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos”.

Texto extraído do livro “Anjos companheiros do dia a dia”, de padre Jonas Abib e publicado em Canção Nova 

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia