Aleteia

Lugares bíblicos: o Monte Carmelo

Mount Carmel
Guy Zidel - Shutterstock
Compartilhar

Dominando a Baia de Haifa, o Monte Carmelo é um dos lugares bíblicos mais famosos onde Deus se manifestou

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

O Monte Carmelo tem uma reputação grandiosa. Seu nome significa “pomar” ou “jardim”, devido à vegetação que prospera nas encostas. O Monte Carmelo lembra o Paraíso ou o Jardim do Éden.

Por esse motivo, essa formação rochosa na baia de Haifa abriga muitas cavernas que foram habitadas desde o início da humanidade.

A Bíblia celebra seu esplendor no Cântico dos Cânticos (7, 6), comparando o amado com este lugar idílico:

Tua cabeça ergue-se sobre ti como o Carmelo; tua cabeleira é como a púrpura, e um rei se acha preso aos seus cachos.

Isaías (35, 2) tirará esta imagem de beleza do Monte Carmelo:

A estepe vai alegrar-se e florir. Como o lírio ela florirá, exultará de júbilo e gritará de alegria. A glória do Líbano lhe será dada, o esplendor do Carmelo e de Saron; será vista a glória do Senhor e a magnificência do nosso Deus.

Os padres carmelitas construíram um mosteiro na parte norte do Monte, onde homens e mulheres (carmelitas) perpetuam a memória de seu pai espiritual Elias. Na cripta do mosteiro de Stella Maris, há uma caverna que, segundo uma lenda, era o local de retiro do profeta.

Teresa d’Ávila, João da Cruz, Isabel de Trinidad, Teresa de Lisieux e muitos outros membros da ordem carmelita desde então espalharam essa rica herança bíblica até hoje.

Boletim
Receba Aleteia todo dia