Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os 6 filhos com Síndrome de Down que deram forças à mãe para vencer o câncer

Leah Spring (Redes Sociais)
Compartilhar

Há quem olhe para esta família e veja seis crianças com Síndrome de Down, mas a mãe vê “apenas crianças”

É muito frequente que os desafios de educar um filho com Síndrome de Down aterrorize os pais – e muitos, diante desta situação, escolhem o aborto em vez da vida. Esse medo, normalmente, nasce da ignorância, porque muitas dessas famílias nunca conheceram de perto ninguém que tenha a síndrome – nem conhecerão, nos países em que a eliminação eugênica de bebês através do aborto é legalizada… É um círculo vicioso.

Mas a história de Leah Spring e seu marido Dean Ellingson é diferente.

Leah Spring tinha dado à luz uma menina com a Síndrome de Down e, depois de perceber que tinha um “anjo” dentro de casa, decidiu, juntamente com o esposo, adotar outras cinco crianças: todas com um cromossomo a mais. E foram esses filhos que lhe deram as forças para lutar contra um tumor no seio e superá-lo.

Confira o relato:

Naquela casa amarela, em cima de uma colina de Eagan, Leah corta o pão enquanto os filhos lhe preparam cartões para o Dia das Mães.

Escreve assim: ‘Eu amo muito você, mamãe’”, orienta Angela, de 18 anos, a Axel, de 14. “E: ‘Eu gosto de você, mamãe’. ‘Você é minha mamãe preferida’. ‘Você é a melhor arrumadeira’. Escreve: ‘melhor cozinheira’. E ‘a melhor rainha do mundo’”.

Quando a melhor rainha do mundo está pronta para servir o jantar, seu assistente Dean Ellingson, também conhecido como “papai”, chama Abel, de 12 anos, e Audrey e Asher, de 10.

Há quem olhe para esta família e veja cinco crianças com Síndrome de Down.

Mas não Leah:

“Eu só vejo crianças”.

Conheça mais sobre esta família maravilhosa neste artigo (em inglês)

Boletim
Receba Aleteia todo dia