Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Estilo de vida

Por que idosos são mais vulneráveis ao coronavírus?

ELDERLY WOMAN

De Visu I Shutterstock

Reportagem local - publicado em 12/03/20

A fragilização natural decorrente da própria idade requer atenções e cuidados diferenciados

Considerando que as pessoas idosas já costumam naturalmente ser mais vulneráveis a doenças infectocontagiosas, não é surpreendente que elas também sejam as mais expostas à Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus cuja disseminação já chegou ao nível de pandemia.

É nessa faixa etária que se registram os índices mais altos de letalidade entre os infectados.

Mas por quê?

As razões fundamentais incluem:

  • A imunossenescência, que é a natural fragilização do sistema imunológico devido à própria idade, com redução de anticorpos no organismo;
  • A maior vulnerabilidade dos pulmões e das mucosas a doenças virais;
  • A maior frequência de pequenos engasgos e aspirações, costumeiramente seguidos pelo gesto de levar a mão à boca;
  • Certa tendência à desnutrição, por causa da perda de eficiência do metabolismo;
  • A tendência a irem mais frequentemente a hospitais e postos de saúde, ambientes nos quais o idoso fica mais exposto a micro-organismos.

Quais são os cuidados mais indicados para os idosos?

  • Manter um adequado controle de doenças já existentes, em especial o diabetes e as doenças cardíacas;
  • Ficar com as vacinas em dia, para evitar cenários como a junção de gripe ou pneumonia com a presença do coronavírus no organismo;
  • Fazer atividades físicas condizentes com a capacidade do idoso;
  • Evitar as idas não urgentes a hospitais e postos de saúde, para reduzir os riscos de contágio;
  • Seguir as mesmas recomendações já feitas à população em geral: higienizar as mãos frequentemente, evitar levá-las à boca, nariz e olhos, evitar aglomerações e, ao tossir, tapar a boca preferencialmente com o braço.

Além disso, familiares e cuidadores de idosos devem prestar ainda mais atenção à limpeza das próprias mãos e roupas.

____________

SEM PÂNICO: BOM SENSO E CUIDADOS FUNDAMENTAIS A TOMAR

1 – Saiba que a pandemia Covid-19 tem apresentado uma proporção relativamente baixa de mortos: alguma coisa entre 0,5% e 3,5% do total de infectados. Esta é uma boa notícia, e há outras notícias igualmente boas: a grande maioria dos casos (mais de 80%) tem gravidade reduzida; o risco para crianças tem sido mínimo; e o pico do surto já passou na China, onde os novos casos estão em declínio.

2 – Porém, há motivos suficientemente sérios e comprovados para mantermos firmes cuidados numa tarefa crucial: a de conter a expansão do vírus. Motivo: a Covid-19 pode ser leve para a grande maioria das pessoas, mas acarreta riscos bastante relevantes para grupos específicos, como idosos, diabéticos e doentes do coração. E são estas pessoas as que mais precisam de cuidados para evitar que sofram o contágio.

3 – Este é o maior problema vivido na Itália: sendo um país com grande número de idosos, além do fato de que a taxa de letalidade tende a subir, o próprio sistema de saúde fica sobrecarregado na tentativa de atender muita gente ao mesmo tempo, chegando-se ao cenário da falta de leitos e de equipamentos críticos, como respiradores artificiais. Havendo pico de acessos aos hospitais e postos de saúde, com milhares de pessoas precisando ser atendidas ao mesmo tempo, aqueles que têm mais necessidade podem não conseguir ser atendidos adequadamente – ou simplesmente nem sequer ser atendidos.

4 – A diretriz, portanto, é impedir ao máximo um grande pico de contágios, e a forma mais prática e simples de ajudar a impedir esse pico é esta: evite tudo aquilo que facilite a proliferação do vírus:

  • Lave bem as mãos, com alta frequência, sobretudo após tocar em superfícies nas quais muita gente também tocou, como balcões de atendimento, caixas eletrônicos, assentos e apoios do transporte público, etc.
  • Evite levar as mãos à boca, nariz e olhos;
  • Evite aglomerações, reduzindo as saídas de casa ao indispensável;
  • Se precisar estar em meio a grupos grandes de pessoas, procure manter uma distância de ao menos 1 metro e fique apenas durante o menor tempo possível;
  • Evite cumprimentos como apertos de mão, abraços e beijos;
  • Recorra a postos de saúde e hospitais somente em casos de objetiva e real necessidade, para não sobrecarregar inutilmente o sistema e até para evitar um risco ainda maior de contágio, dado que são ambientes em que se fica mais exposto a micro-organismos;
  • Mantenha uma rotina de alimentação saudável, exercício físico adequado às suas condições, boa ventilação e luz natural em casa ou no local de trabalho;
  • Não divulgue fake news: compartilhe informação objetiva, o que inclui algumas notícias tristes, mas também várias notícias boas e tranquilizadoras;
  • Mantenha a serenidade, sem se deixar levar pelos promotores de histeria;
  • Mantenha a fé, pedindo sempre forças a Deus para que todos façamos bem a nossa parte e Ele nos conceda a graça de enfrentar e vencer esta pandemia com inteligência, disciplina e solidariedade, em especial com os mais vulneráveis;
  • Obedeça responsavelmente às diretrizes das autoridades em caso de medidas excepcionais de controle.


WASH HANDS

Leia também:
Covid-19: você corre pouco risco, mas ajude a proteger idosos, diabéticos e cardíacos

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusIdososSaúde
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia