Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Julho |
São Botvido
home iconReligião
line break icon

Goiás: tradicional procissão do Fogaréu é cancelada pela primeira vez em 275 anos

Procissão do Fogaréu em Goiás - CC

Aleteia Brasil - publicado em 19/03/20

Um dos mais emblemáticos eventos da Semana Santa, a procissão vinha acontecendo na cidade colonial goiana todos os anos desde 1745

Pela primeira vez na história, desde que foi criada em 1745, não será realizada neste ano a tradicional procissão do Fogaréu na cidade colonial de Goiás, no centro do Brasil. Trata-se de uma das procissões mais impactantes da Semana Santa em todo o país. Anteriormente marcada para 8 de abril, a celebração previa uma participação de 60 a 65 mil pessoas neste ano. O cancelamento se deve às medidas excepcionais adotadas em grande parte do planeta para combater a pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

O Arcebispo Metropolitano de Goiânia, dom Washington Cruz, divulgou nesta quarta-feira, 18, um comunicado em que reflete:

“A experiência deste mal comum nos revela a importância do bem comum. Por isso mesmo, evitemos abrir brechas na barragem de contenção do coronavírus, com escolhas irresponsáveis, e obedeçamos às disposições restritivas das autoridades competentes, comportando-nos com cautela e responsabilidade: ‘Ao proteger-me, protejo os mais fracos, os mais expostos: idosos, adultos frágeis, crianças doentes’. É esse o sentido de qualquer cancelamento ou adiamento, mesmo com sacrifício pessoal e comunitário, de muitas iniciativas que fazem parte da nossa ação evangelizadora e sacramental habitual”.

O arcebispo também orientou aos sacerdotes idosos e com doenças crônicas:

“Façam o sacrifício de se afastarem das aglomerações, não atendam confissões nem visitem enfermos neste período. Os sacerdotes mais novos, guardando os devidos cuidados, continuem a administrar, nos casos realmente graves, a Sagrada Unção dos Enfermos”.

A procissão do Fogaréu

Realizada em várias cidades brasileiras, a mais conhecida dessas procissões talvez seja a da cidade de Goiás, também chamada popularmente de Goiás Velho, a 300 quilômetros de Brasília. Tombada como Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco devido às obras arquitetônicas preservadas, a cidade costuma receber milhares de turistas durante a noite da Quarta para a Quinta-Feira Santa.

Conhecidos como Farricocos, devotos participam da procissão do fogaréu na cidade de Goiás; a cerimônia simboliza a prisão de Cristo e os fiéis encapuzados representam os soldados romanos. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil 2016

A procissão, tradicionalmente, começa à meia-noite, com as luzes das ruas de pedra já apagadas. A cidade passa a ser iluminada apenas pelas tochas levadas pelos “farricocos”, como são conhecidos os personagens descalços, de túnicas coloridas e máscaras pontiagudas, que representam os soldados romanos. Dezenas deles deixam a Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte, uma das principais da cidade, e partem acompanhados pela multidão de fiéis pelas ruas à procura de Jesus Cristo.

Marcello Casal Jr/Agência Brasil 2016

O som de uma fanfarra transmite a solene tensão desse momento. A primeira parada é feita na Igreja do Rosário, que simboliza o local da Última Ceia. Mas Jesus não está mais lá. Fiéis e personagens marcham então para a Igreja de São Francisco de Paula, que simboliza o Jardim das Oliveiras: ali, o toque melancólico do clarim representa o decreto da prisão de Cristo, cuja imagem é estampada num pano de linho, erguido como prêmio num estandarte.

A tradição nascida na Península Ibérica, onde é realizada tanto na Espanha quanto em Portugal, foi introduzida em Goiás há 275 anos e, desde então, jamais tinha deixado de acontecer na cidade.




Leia também:
Fé e cultura popular: a variedade das procissões de Semana Santa

Tags:
CoronavírusSemana Santa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
3
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira reza todos os dias às 3h ...
4
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
5
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
6
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
7
Anna Gębalska-Berekets
O que falar (e o que não falar) a um ente querido com câncer
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia