Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Lições que estou aprendendo (ou relembrando) com o coronavírus

COVID
Compartilhar

Se a oração é importante em nossa vida, neste período de crise ela vai ser ser a nossa fortaleza

Em todos os meios de comunicação o assunto predominante é um só: a pandemia provocada pelo coronavírus.

Não poderia ser diferente, dada a gravidade da situação. É importante informar, principalmente sobre as formas de prevenção.

Mas devemos cuidar também de nossa saúde mental. Tantas notícias negativas não podem dominar nossa mente. Precisamos filtrar a quantidade e a qualidade das informações.

As redes sociais estão presentes em nossas vidas, mas a quantidade de postagens com informações falsas é uma verdadeira ameaça. Por isso, fique atento ao que você anda lendo, curtindo ou compartilhando.

Com o isolamento social, forma para tentar conter o avanço do vírus no país, muita gente está tendo a oportunidade de ficar mais tempo em casa. Fala a verdade, você não sonhava com um período assim? Tudo bem que é um isolamento forçado e, às vezes, nem todos da sua família estarão por perto. Mas agora você pode valorizar quem está ao seu lado. Passe mais tempo, faça mais atividades conjuntas com aqueles que você ama. Se tem um lado positivo nessa situação, aproveite.

Seus pais, seus parentes próximos estão longe? A facilidade de comunicação nas redes sociais permite ficar mais tempo conectados e eles. Chamadas de vídeos, mensagens de voz, troca de imagens. Tudo isso para mostrar que a internet também aproxima quem está longe.

A igreja está fechada e não tem Missa? Sim, mas temos redes de televisão, redes sociais que transmitem as celebrações. E é possível participar delas com fé e devoção.

Lembre-se que é a transmissão de uma Missa, não de um evento qualquer. Prepare sua mente, comporte-se como se você estivesse entrando na igreja. Vista uma roupa adequada. Siga a Missa cantando e respondendo junto. E podemos também receber a comunhão espiritual. Não é como receber a comunhão sacramental, mas é uma forma de estimular nossa alma a unir-se ainda mais a Jesus.

A batalha contra o vírus vai ser longa e difícil. Projeções do Ministério da Saúde indicam que a curva da doença só deve ter uma queda brusca a partir do mês de setembro. Ou seja, vamos precisar de força para atravessar esse período. Sozinhos não somos capazes. Mas Deus, em sua infinita misericórdia, está de braços abertos para receber nossos pedidos. Temos os anjos e arcanjos, comandandos por São Miguel Arcanjo para nos auxiliar.

Rezemos. Se a oração é importante em nossa vida, neste período de crise ela vai ser ser a nossa fortaleza.

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia