Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Espiritualidade

Orações do dia: segunda-feira, 30 de março

KONTEMPLACJA

Trent Szmolnik/Unsplash | CC0

Reportagem local - publicado em 29/03/20

Oração da manhã

Hoje não fecheis o vosso coração, mas ouvi a voz do Senhor!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,

como era no princípio, agora e sempre.

Amém

Hino

Ó Cristo, sol de justiça,
brilhai nas trevas da mente. 
Com força e luz, reparai
a criação novamente.

Dai-nos, no tempo aceitável, 
um coração penitente,
que se converta e acolha
o vosso amor paciente.

A penitência transforme 
tudo o que em nós há de mal. 
É bem maior que o pecado
o vosso dom sem igual.

Um dia vem, vosso dia, 
e tudo então refloresce.
Nós, renascidos na graça, 
exultaremos em prece.

A vós, Trindade clemente,
com toda a terra adoramos,
e no perdão renovados
um canto novo cantamos.

Cântico 1Cr 29,10-13

Bendito seja o Deus e Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo (Ef 1,3). 

Bendito sejais vós, ó Senhor Deus,

Senhor Deus de Israel, o nosso pai,

desde sempre e por toda a eternidade! 

A vós pertencem a grandeza e o poder, 

toda a glória, esplendor e majestade,

pois tudo é vosso: o que há no céu e sobre a terra! 

A vós, Senhor, também pertence a realeza

pois sobre a terra, como rei, vos elevais!

Toda glória e riqueza vem de vós!

Sois o Senhor e dominais o universo, 

em vossa mão se encontra a força e o poder,

em vossa mão tudo se afirma e tudo cresce! 

Agora, pois, ó nosso Deus, eis-nos aqui!

e, agradecidos, nós vos queremos louvar  

e celebrar o vosso nome glorioso! 

Glória ao Pai…

Leitura breve Jr 11,19-20
Eu era como manso cordeiro levado ao sacrifício, e não sabia que tramavam contra mim: “Vamos cortar a árvore em toda sua força, eliminá-lo do mundo dos vivos, para seu nome não ser mais lembrado. E tu, Senhor dos exércitos, que julgas com justiça e perscrutas os afetos do coração, concede que eu veja a vingança que tomarás contra eles, pois eu te confiei a minha causa. 


Lembra-te de Cristo, ressuscitado dentre os mortos! Ele é nossa salvação e nossa glória para sempre. 
Se com ele nós morremos, também, com ele viveremos. 

BENEDICTUS

Quem me segue não caminha em meio às trevas, mas terá a luz da vida, diz Jesus.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;


e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos, 


para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam. 

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança 

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo, 


a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino, 
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos, 


anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,


para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados 


e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz. 

Glória ao Pai…

Preces

Bendigamos a Jesus, nosso Salvador, que pela sua morte nos abriu o caminho da salvação; e oremos: 

R.Guiai-nos, Senhor, em vossos caminhos! 

Deus de misericórdia, que pelo batismo nos destes uma vida nova, 
– fazei que dia a dia nos configuremos cada vez mais à vossa imagem. R.

Ensinai-nos a ser hoje alegria para os que sofrem, 
– e a vos servir em cada irmão ou irmã que precise de nossa ajuda. R.

Ajudai-nos a praticar o que é bom, correto e verdadeiro a vossos olhos, 
– e a sempre vos procurar com sinceridade de coração. R.

Perdoai-nos, Senhor, as faltas que cometemos contra a unidade de vossa família, 
– e fazei que nos tornemos um só coração e uma só alma. R.

(Intenções livres)

Pai nosso…

Oração

Ó Deus, que pela vossa graça inefável nos enriqueceis de todos os bens, concedei-nos passar da antiga à nova vida, preparando-nos assim, para o reino da glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

MEDITAÇÃO DO DIA

Nem eu te condeno

Foram saindo um a um. Ficaram apenas os dois: a miserável e a Misericórdia. Contudo, o Senhor, depois de os ter atingido com o traço da justiça, não quis assistir à sua queda. Desviou deles o olhar e, inclinando-se para o chão, pôs-se a escrever com o dedo na terra.

Tendo a mulher ficado sozinha, depois de todos terem partido ele ergueu os olhos para ela. Ouvimos a voz da justiça, ouçamos também a da bondade. […] A mulher esperava ser punida por aquele em quem não se podia encontrar pecado. Mas ele, que havia afastado os seus inimigos com a voz da justiça, erguendo para ela os olhos da misericórdia, interrogou-a: Ninguém te condenou? Ela respondeu: Ninguém, Senhor. Ele disse-lhe: Também eu não te condeno. Temeste ser condenada por mim porque não encontrastes pecado em mim; mas eu também não te condeno.

Como, Senhor? Então, tu favoreces os pecados? Não! É justamente o contrário. Repara no que segue: Vai e de agora em diante não tornes a pecar. O Senhor condenou, portanto, mas foi o pecado que ele condenou, não o pecador. […] Tenham, pois, atenção os que amam a bondade do Senhor, e temam a sua verdade. […] O Senhor é bom, o Senhor é lento na ira, o Senhor é misericordioso, mas o Senhor também é justo e o Senhor é cheio de verdade. Ele concede-te tempo para que te corrijas, mas tu preferes gozar esse adiamento a reformar-te. Pois bem, se ontem foste mau, sê bom hoje; se passaste este dia no mal, ao menos amanhã muda a tua conduta.

É, portanto, este o sentido destas palavras que ele dirige a esta mulher: Também eu não te condenarei, mas, tendo teu passado perdoado, tem cautela no futuro. Também eu não te condenarei, apaguei o mal que cometestes; tu, observa o que prescrevi para obteres o que prometi.

Santo Agostinho

Sermões sobre o Evangelho de João, nº 33, 5-8

Bispo de Hipona e Doutor da Igreja (†430) 

Oração da tarde

Vinde e adoremos o Senhor que se entregou por nós!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,

como era no princípio, agora e sempre.

Amém.

Hino

A abstinência quaresmal
vós consagrastes, ó Jesus;
pelo jejum e pela prece,
nos conduzis da treva à luz.

Ficai presente agora à Igreja,
ficai presente à penitência,
pela qual vos suplicamos
para os pecados indulgência.

Por vossa graça, perdoai
as nossas culpas do passado;
contra as futuras protegei-nos,
manso Jesus, Pastor amado,

Para que nós, purificados
por esses ritos anuais,
nos preparemos, reverentes,
para gozar os dons pascais.

Todo o universo vos adore,
Trindade Santa, Sumo Bem.
Novos, por graça, vos cantemos
um canto novo e belo. Amém. 

Cântico Ef 1,3-10 

Bendito e louvado seja Deus, 

o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso, 

que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo

com bênção espiritual de toda sorte! 


Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu, 

já bem antes de o mundo ser criado, 

para que fôssemos, perante a sua face, 

sem mácula e santos pelo amor. 

Por livre decisão de sua vontade, 

predestinou nos, através de Jesus Cristo, 

a sermos nele os seus filhos adotivos, 

para o louvor e para a glória de sua graça, 

que em seu Filho bem-amado nos doou.

É nele que nós temos redenção, 

dos pecados remissão pelo seu sangue. 

Sua graça transbordante e inesgotável 

Deus derrama sobre nós com abundância, 

de saber e inteligência nos dotando. 

E assim, ele nos deu a conhecer 

o mistério de seu plano e sua vontade, 

que propusera em seu querer benevolente, 

na plenitude dos tempos realizar:  

o desígnio de, em Cristo, reunir  

todas as coisas: as da terra e as do céu. 

Glória ao Pai…

Leitura breve Rm 5,8-9 

A prova de que Deus nos ama é que Cristo morreu por nós, quando éramos ainda pecadores. Muito mais agora, que já estamos justificados pelo sangue de Cristo, seremos salvos da ira por ele. 

Jesus, lembrai-vos de mim, ao chegar a vosso Reino! Vós que não rejeitais um coração oprimido. 
Vós que vos fizestes obediente até a morte. 

MAGNIFICAT

Não só eu dou testemunho de mim mesmo, mas o Pai que me enviou também o dá.

A minha alma engrandece ao Senhor

e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;

pois ele viu a pequenez de sua serva, 

desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. 

O Poderoso fez por mim maravilhas

e Santo é o seu nome! 
Seu amor, de geração em geração, 

chega a todos que o respeitam; 

demonstrou o poder de seu braço,

dispersou os orgulhosos;

derrubou os poderosos de seus tronos 

e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,

e despediu, sem nada, os ricos.

Acolheu Israel, seu servidor,

fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,

em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 


Glória ao Pai…

Preces

Invoquemos ao Senhor Jesus Cristo que fez de nós o seu povo libertando-nos do pecado; e 
oremos humildemente: 

R.Jesus, filho de Davi, tende piedade de nós! 

Ó Cristo, lembrai-vos da vossa santa Igreja, pela qual vos entregastes à morte para santificá-la na água da purificação espiritual e na palavra da vida: 
– renovai-a sem cessar e purificai-a pela penitência. R.

Bom Mestre, mostrai aos jovens o caminho que escolhestes para cada um deles, 
– para que sigam generosamente o vosso chamado e sejam felizes. R.

Vós, que tivestes compaixão de todos os doentes que vos procuraram, dai esperança aos nossos enfermos e curai-os, 
– e fazei-nos solícitos e generosos para com todos os que sofrem. R.

Despertai em nós a consciência da dignidade de filhos de Deus que recebemos pelo batismo, 
– e tornai-nos cada vez mais conformes à vossa vontade. R.

(Intenções livres)

Dai aos nossos irmãos e irmãs falecidos a vossa paz e a glória eterna, 
– e reuni-nos um dia com eles no vosso reino. R.

Pai nosso…

ANTÍFONA MARIANA

Ave Maria, gratia plena; Dominus tecum: benedicta tu in mulieribus, et benedictus fructus ventris tui Iesus. Sancta Maria, Mater Dei ora pro nobis peccatoribus, nunc et in hora mortis nostrae. Amen.

(Tradução)

Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, Bendita sois Vós entre as mulheres, e Bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém

SEJAM SANTOS!

Na escola da santidade.

Santos Antônio Daveluy, Pedro Aumaître, Martinho Lucas Huin, José Chang Chu-gi, Tomé Son Cha-son e Lucas Hwang Sok-tu  

Mártires (†1866)                                                                                       Comemoração: 30 de março

Na França, em Amiens, nasceu no dia 16 de março de 1818 Marie-Nicolas-Antônio Daveluy. Aos 25 anos, ele entrou para a na Sociedade de Missões Estrangeiras, em Paris, e um ano depois embarcou para Macau, uma colônia chinesa. Lá chegando, o Bispo Ferréol convenceu-o a ir para a Coreia para acompanhar os trabalhos cristão locais. 

Após dois anos na Coreia, iniciou seu trabalho pastoral e, em 1856, o bispo São Simão Francisco Berneux, futuro mártir, o nomeou seu bispo auxiliar. Além de desenvolver muito bem seu trabalho, Daveluy compôs um dicionário francês-coreano e escreveu sozinho a história do catolicismo em coreano. Após o martírio do bispo Berneux, Antônio Daveluy foi seu sucessor e quinto vigário apostólico da Coreia. Permaneceu apenas vinte e três dias na cátedra episcopal, pois no dia 11 de março de 1866, juntamente com seu secretário Luca Hwang Sok-tu e o padre missionário Pedro Aumaître, foi preso, interrogado, torturado e morto. 

Pedro Aumaître nasceu em Angouleme, na França, em 8 de abril de 1837. Entrou no seminário das Missões Estrangeiras em Paris em 1857, recebeu a ordenação sacerdotal em 1862. Chegando à Coreia no ano seguinte, aprendeu rapidamente a língua nativa e ganhou a afeição dos fiéis, exercitando seu ministério em Naep’o. Com a perseguição anticristã, encorajou os católicos a não temerem e a testemunharem publicamente sua fé. Ele próprio, para se oferecer à polícia, foi à aldeia onde o bispo Daveluy vivia. Foi aprisionado, torturado e, juntamente com o bispo, morreu com apenas 29 anos.

Martinho Lucas Huin nasceu em Guyonville, na França, no dia 20 de outubro de 1836. Foi ordenado sacerdote diocesano e, em 1836, ingressou nas Missões Estrangeiras de Paris. Iniciou a viagem rumo a Coreia, juntamente com outros confrades, e chegou à aldeia de Sekori. Antes de ser martirizado, aos trinta anos, ele disse: “Sinto muito em ter que morrer, não por ser ainda jovem, mas por não poder fazer nada pela salvação de meus amados coreanos”.

José Chang Chu nasceu em 1802, em uma rica família coreana. Aos 26 anos, foi batizado juntamente com toda família pelo sacerdote chinês Pacífico Yu Pang-je. Nomeado catequista, ofereceu sua casa para sediar um novo seminário, encarregando-se dele por mais de onze anos. Em 1866, foi preso com os missionários, mas o reitor do seminário conseguiu a libertação deles. A liberdade durou apenas cinco dias e foram capturados novamente. Diante do governador da região, admitiu ser o proprietário do prédio do seminário e recusou-se a abjurar a fé cristã para salvar sua vida. Foi, então, enviado a Seul, onde foi torturado e morto. Tinha sessenta e quatro anos de idade.

Tomé Son Cha-son, nascido em Deoksan em 1839, também era um leigo coreano comprometido em colaborar com os missionários na difusão da fé católica em seu país.

Lucas Hwang Sok-tu nasceu em Yonp’ung, em 1811, e era o único filho de uma abastada família. No caminho para Seul para cumprir seus estudos, conheceu a fé católica, graças a uma pessoa que conheceu ao longo da estrada. Sua convicção o levou a confrontar-se com sua família para que abraçassem o cristianismo; convencendo-os também, se converteram ao Cristo. Tornou-se catequista e professor de literatura chinesa. Escreveu também alguns livros com o bispo Berneux e mais tarde foi assistente de seu sucessor, Monsenhor Daveluy. Juntamente com ele, foi finalmente preso e encontrou-se definitivamente com Cristo aos 54 anos.

Os seis mártires sofreram o martírio decapitados no dia 30 de março de 1866, uma sexta-feira santa. 

A beatificação deles foi celebrada, em 1968, pelo Papa São Paulo VI e a canonização deu-se, em 1984, sob o pontificado do Papa São João Paulo II, durante sua viagem apostólica à Coreia. Nesta ocasião, o Sumo Pontífice propôs esses gloriosos mártires à veneração da Igreja universal, incluindo-os no grande grupo de católicos que, em tempos de perseguição, não hesitaram derramar seu próprio sangue em terra coreana, a fim de serem sementes de novos cristãos.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Oração
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia