Aleteia

Se um padre bloqueia alguém nas mídias sociais, isso é falta de caridade?

dislike social network
CC
Compartilhar

Pe. Gabriel Vila Verde: “Todo perfil é particular: pertence a alguém e esse alguém não pode ser alvo de pancadas”

Em seu perfil pessoal no Facebook, rede social na qual é bastante popular entre os católicos, o pe. Gabriel Vila Verde explicou que é justo bloquear pessoas que não sabem se comportar com respeito e civilidade:

A ferramenta de bloqueio é muito útil para a nossa saúde mental. A agressividade que muitos internautas descarregam nas páginas alheias é tão desnecessária que não vale a pena permitir. Essas pessoas raivosas ainda não entenderam que nenhum perfil é público, por mais que assim o chamem. Todo perfil é particular. Pertence a alguém, e esse alguém não pode nem deve ser alvo de pancadas.

Na minha lista de “amigos”, tem de tudo. De ialorixá com suas postagens sobre macumba, a esquerdista apaixonado, com seus louvores à Cuba, passando por ateus que vivem alardeando a sua não-crença. Porque eu não excluo esse povo? Porque eles não estão me vendendo uma mercadoria, nem me forçando a comprar. São as ideias deles, as crenças deles, os ideais deles. Não curto, não comento, não critico. Assim eles fazem comigo, respeitando a minha posição, porque sabem que eu sou padre. Falo do que creio.

Acredito que isso é sinônimo de maturidade. Aliás, tenho certeza. Entrar na página do outro para vomitar sua raiva contra aquilo que o outro escreve, é de uma infantilidade tamanha que me remete às discussões de corredor no Ensino Fundamental.

Por isso, digo a todos que gostam de me ouvir: façam bom uso da ferramenta de bloqueio. Quem não te respeita, não te fará falta. Muito pelo contrário, será um bem para o seu psicológico. Façamos como Jesus, que diante de Pilatos, pouca coisa respondeu. Manteve distância dos fariseus e ainda recomendou aos discípulos: “não enfrenteis quem é malvado” (Mt 5,39). Orai pelos seus inimigos, e se precisarem da tua ajuda, ofereça sem pestanejar. Porém, evite proximidade, pois a nossa paz é algo muito caro e não vale a pena perder por pouca coisa!

Pe. Gabriel Vila Verde

Boletim
Receba Aleteia todo dia