Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

“Quando Deus parece não ouvir nossas súplicas, precisamos de fé como a de Maria”

PIETA

DDP/Unsplash | CC0

Reportagem local - publicado em 07/04/20

A pregação quaresmal do frei Raniero Cantalamessa sobre Maria como Mãe de Deus e nossa: "Mulher, este é o teu filho!"

Em sua quarta pregação da Quaresma aos membros da Cúria Romana, o frei Raniero Cantalamessa, OFM, pregador da Casa Pontifícia, refletiu na última sexta-feira, 3 de abril, sobre as palavras ditas por Jesus do alto da cruz à Sua Mãe, Maria, em referência ao discípulo João e, por extensão, a todos nós:

“Mulher, este é o teu filho!”

O padre capuchinho partiu desta passagem do Evangelho para refletir sobre outros títulos de Maria como Mãe, de Deus e nossa.

O título de “Mãe de Deus” é um dos 4 dogmas marianos (veja link sobre os outros ao final deste artigo), solenemente definido pela Igreja com base na maternidade real e não só espiritual de Maria. Trata-se de reconhecer uma verdade central da nossa fé: Jesus Cristo é Deus e Homem verdadeiro, numa só e única pessoa.

Quanto a Maria ser mãe dos fiéis, ou seja, mãe de todos nós, o frade ressaltou que se trata, obviamente, da maternidade espiritual. Quando Jesus disse a ela “Este é o teu filho”, e a João “Esta é a tua mãe”, ele os confiou um ao outro numa relação de maternidade e filiação que não se baseia no mérito, mas na graça divina: Jesus nos oferece o dom inefável de compartilhar conosco a Sua mãe, espiritualmente.

O frei Raniero destacou Maria como modelo de fé e esperança, observando:

“Chega uma hora, na vida, em que precisamos de uma fé e uma esperança como a de Maria. Chega uma hora na vida em que é preciso ter uma fé e uma esperança como a de Maria: quando parece que Deus já não escuta as nossas súplicas; quando diríamos que Ele desmente a Si mesmo e as Suas promessas; quando nos faz passar de derrota em derrota e os poderes das trevas parecem triunfar em todos os âmbitos ao nosso redor, e dentro de nós anoitece, como naquele dia em que se fez noite ‘sobre toda a terra’; quando parece, como diz um salmo, que Ele esqueceu de ter piedade e que a ira Lhe fechou o coração. Quando chegar essa hora, lembre-se da fé de Maria e clame como outros clamaram: ‘Meu Pai, eu não te entendo, mas confio em Ti!'”.

Os 4 dogmas de Maria também são títulos de Nossa Senhora

Leia também:
Os 4 dogmas sobre Nossa Senhora

Tags:
JesusMariaNossa Senhora
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia