Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 20 Setembro |
home iconEspiritualidade
line break icon

Lavar os pés ou lavar as mãos?

Jesús lava los pies a Pedro (detalle), Giotto (Capilla de los Scrovegni)

Mário Scandiuzzi - publicado em 09/04/20

No contexto da condenação de Jesus lavar os pés significa um gesto de amor, e lavar as mãos, uma atitude de quem não quer se envolver com determinada situação

Na última ceia com os apóstolos, Jesus mostrou um gesto de grandeza. Levantou-se, pegou uma bacia com água e uma toalha. Ajoelhou-se e lavou os pés dos discípulos. Em seguida disse-lhes: “se eu, vosso Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar-vos os pés uns aos outros. Dei-vos o exemplo, para que, como eu vos fiz, assim façais também vós” (João 13, 14-15).

Horas depois, Jesus foi traído por Judas e entregue aos judeus. Levado diante de Pôncio Pilatos foi interrogado. Era costume a soltura de um prisioneiro durante a festa da Páscoa, e Pilatos perguntou à multidão se queriam que soltasse Jesus ou  Barrabás. Com os gritos  pedindo a condenação de Jesus, Pilatos pediu para que “lhe trouxessem água, e lavou as mãos diante do povo, e disse: ‘Sou inocente do sangue deste homem. Isto é convosco’” (Mateus 27, 24).

Temos duas situações bem diferentes: lavar os pés significa um gesto de amor, de humildade e de serviço ao próximo.

Lavar as mãos, uma atitude de quem não quer se comprometer com os resultados, de quem não quer se envolver.

Vale destacar um trecho da homilia do Papa Francisco no Domingo de Ramos: “Nestes dias da Semana Santa, em casa, permaneçamos diante do Crucificado – contemplai, contemplai o Crucificado! – medida do amor de Deus por nós. Diante de Deus, que nos serve até dar a vida, contemplando o Crucificado peçamos a graça de viver para servir. Procuremos contatar quem sofre, quem está sozinho e necessitado. Não pensemos só naquilo que nos falta; pensemos no bem que podemos fazer”.

Que possamos, a exemplo de Jesus, lavar os pés uns dos outros, nos colocar a serviço do próximo, principalmente daqueles que mais precisam.

E, como nos disse o Papa, lembremos que “a maior alegria é dizer sim ao amor, como Jesus fez por nós”.




Leia também:
Como celebrar em casa a Quinta-feira Santa

Tags:
Semana Santa

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Exorcista padre Gabriele Amorth
Gelsomino Del Guercio
Os assombrosos diálogos entre o diabo e um exorcista do Vaticano
7
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia