Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

A manhã em que a morte morreu

web-jesus-resurrection-sun-sky-c2a9-artphotoclub-shutterstock.jpg

Reportagem local - publicado em 12/04/20

"Andei sozinho no jardim, os pássaros cantaram em apogeu; era algo como um novo começo na manhã em que a morte morreu"

Steve Turner é um poeta, biógrafo e jornalista musical inglês. É dele o poema sobre a Ressurreição de Cristo cuja tradução reproduzimos a seguir.

A manhã em que a morte morreu

Acordei em um lugar que estava escuro

O ar era picante, era um breu

Eu estava enfaixado da cabeça aos pés

Na manhã em que a morte morreu.

Levantei-me de um colchão de pedra

Dobrei minhas roupas de plebeu

Ouvi a porta rolante aberta

Na manhã em que a morte morreu.

Andei sozinho no jardim

Os pássaros cantaram em apogeu

Era algo como um novo começo

Na manhã em que a morte morreu.

Maria veio para me encontrar

Pedro de maravilhas se encheu

E João veio correndo e pulando

Na manhã em que a morte morreu.

Meus amigos perdidos em assombro

Meu Pai, eu sabia, se emocionou

As coisas nunca mais foram as mesmas

Depois da manhã em que a morte morreu.

Jesus Cristo ressuscitou! Aleluia!


Ressurreição

Leia também:
Por que Jesus dobrou o lenço que cobria a Sua Face no sepulcro?

Tags:
JesusPáscoaRessurreição
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia