Aleteia

A Oração de Consagração a Nossa Senhora de Guadalupe, realizada nesta Páscoa

© P.M WYSOCKI / LUMIÈRE DU MONDE
Compartilhar

O Brasil e os demais países da América Latina foram consagrados a Maria, em ato especial que também pediu pelo fim da pandemia

Reproduzimos a seguir o Ato de Consagração a Nossa Senhora de Guadalupe, realizado neste Domingo de Páscoa simultaneamente pelas conferências episcopais dos países latino-americanos, incluindo o Brasil. A celebração central foi realizada no Santuário Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe na Cidade do México, às 12h locais (14h de Brasília).

Santíssima Virgem Maria de Guadalupe,
Mãe do verdadeiro Deus por quem se vive,
nestes momentos em que, como Juan Diego,
sentindo-nos “pequenos” e frágeis diante da enfermidade e da dor,
elevamo-vos a nossa oração e nos consagramos a Vós.

Consagramo-vos os nossos povos,
especialmente os vossos filhos mais vulneráveis:
os anciãos, as crianças, os doentes, os indígenas, os migrantes,
os que não têm um lar, aqueles que são privados da sua liberdade.

Acudimos ao vosso Imaculado Coração
e imploramos a vossa intercessão:
alcançai-nos do Vosso Filho a saúde e a esperança.

Que o nosso temor se transforme em alegria;
que, no meio da tormenta,
o Vosso Filho Jesus seja para nós fortaleza e serenidade;
que Nosso Senhor levante a sua mão poderosa
e detenha o avanço desta pandemia.

Santíssima Virgem Maria,
“Mãe de Deus e Mãe da América Latina e do Caribe,
Estrela da nova Evangelização,
primeira discípula e grande missionária dos nossos povos”,
sede fortaleza dos moribundos
e consolo dos que choram,
sede carícia materna que conforta os doentes;
e, para nós, Mãe, sede presença e ternura,
em cujos braços todos encontremos segurança.

Da vossa mão, permaneçamos firmes
e inabaláveis em Jesus, Vosso Filho,
que vive e reina por todos os séculos dos séculos.
Amém.

Boletim
Receba Aleteia todo dia