Aleteia

Pe. Gabriel sobre as “lives” de “cachaça e gaia”: “Semana Santa passou longe”

CC
Compartilhar

“O que me preocupa é ver o povo pedindo a Deus que acabe com a pandemia e, ao mesmo tempo, vivendo como se Deus não existisse”

Em seu Facebook, o pe. Gabriel Vila Verde comentou a respeito das “lives” de cantores populares no Brasil durante a Semana Santa:

“Não tenho nada contra as ‘lives’ de cantores. A música tem o poder de mexer com a alma e com as emoções. A música alegra, eleva, transcende. Sem música, até na religião faltaria algo. Eu, particularmente, gostaria de ver algumas ‘lives’, mas os cantores que gosto não fazem esse tipo de coisa.

O que me preocupa é ver o povo pedindo a Deus que acabe com a pandemia e, ao mesmo tempo, vivendo como se Deus não existisse.

Nesta Semana Santa, visitei a ‘live’ de 5 padres. Todos eles celebrando piedosamente os mistérios da Paixão. Uma ‘live’ com 30 pessoas, outra com 55, outra com 5 pessoas (a quinta era eu). Enquanto isso, ‘live’ de ‘cachaça e gaia’ com milhões de pessoas assistindo.

Semana Santa??? Passou longe! Depois reclamam de coronavírus”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia