Aleteia

Como Jesus consegue transformar instantaneamente a tristeza em alegria

CHRIST RISEN
Compartilhar

Lembre-se de Maria Madalena. Em um momento, ela chorava, mas logo sorria gloriosamente

Quando estamos tristes ou deprimidos, tendemos a desistir e cair em um desespero ainda maior. Contudo, os relatos evangélicos da ressurreição de Jesus nos encorajam a perseverar e confiar que Deus pode trazer um bem maior à nossa tristeza.

Alonso de Andrade, no livro Daily meditations on the mysteries of our holy faith (“Meditações diárias sobre os mistérios da nossa fé”), destaca a perseverança de Santa Maria Madalena e como ela foi recompensada por isso:

“Considere que São Pedro, São João e Santa Maria Madalena foram ao sepulcro em busca de Cristo, e como os discípulos foram embora porque não encontraram o corpo do Senhor; mas Santa Maria Madalena permaneceu à porta, chorando sua ausência e mereceu ver, vivo e glorioso, aquele a quem ela procurava como morto. Aprenda que não é suficiente buscar a Cristo para encontrá-lo, a menos que, como Santa Maria Madalena, procuremos com perseverança e que aqueles que merecem gozar a glória de sua ressurreição que, com fé e devoção, buscam, seguem e contemplem sua paixão e morte, como esta santa penitente sentada ao lado da tumba.”

Além disso, a história de Maria Madalena nos assegura que Deus pode transformar instantaneamente nossa tristeza em alegria:

“Como é fácil para Deus, em um instante, consolar os pobres e transformar lamentações e tristeza em alegria. Bem-aventurado aquele que confia nele.”

Se você está em um momento difícil da sua vida agora, confie em Deus e no amor dele por você. Ele pode não lhe dar alegria hoje, mas se você perseverar na fé, ele pode transformar essa tristeza em uma alegria que você não consegue nem imaginar.

A vida pode parecer sombria, mas Deus está no controle: “Ele não é Deus dos mortos, mas dos vivos” (Lucas 20,38).

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia