Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Esperançoso alívio do prefeito de Bérgamo com a igreja sem caixões: “Finalmente!”

bergamo-igreja.jpg

Giorgio Gori / Twitter (Reprodução)

Reportagem local - publicado em 20/04/20

Aleteia compartilha de coração a esperança e o alívio da cidade italiana, tão duramente golpeada, ao ver que o número de óbitos começou a diminuir

Giorgio Gori, prefeito de Bérgamo, na Itália, postou em seu Twitter no último sábado, 18, uma imagem acompanhada de um comentário brevíssimo e simples – mas emocionante e poderoso o suficiente para ganhar destaque em centenas de sites de notícias de todo o planeta:

“A igreja do cemitério de Bérgamo vazia. Finalmente”.

O calvário de Bérgamo

Bérgamo é uma das cidades italianas mais brutalmente atingidas pela epidemia da covid-19.

A igreja do cemitério local passou semanas muito dolorosas recebendo caixões à espera de sepultamento ou, principalmente, de cremação: as estruturas funerárias da cidade ficaram sobrecarregadas a ponto de se ter chegado ao acúmulo de 40 caixões na igreja, esperando em média 5 dias para que os corpos das vítimas pudessem ser cremados. A cremação se tornou em muitos casos a única alternativa, já que até os funerais precisaram ser proibidos a fim de reduzir a aglomeração de pessoas.

A situação de Bérgamo também deixou o mundo estarrecido quando foram divulgadas as cenas quase surreais de uma fileira de 15 caminhões do exército italiano destacados para recolher caixões do cemitério abarrotado da cidade e levá-los a outros municípios.

Aleteia em português noticiou a trágica situação de Bérgamo em diversos artigos, de modo que compartilhamos de todo o coração a sensação de esperança e alívio manifestada por Giorgio Gori ao ver que, finalmente, o número de óbitos na cidade começou a diminuir.




Leia também:
Igreja de Bérgamo vira “câmara mortuária” com 40 corpos à espera de cremação




Leia também:
O dilacerante suplício de Bérgamo, que chora seus mortos sem poder se despedir

Tags:
Covid
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia