Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 18 Junho |
São Gregório Barbarigo
home iconAtualidade
line break icon

Padre é preso acusado de propagar coronavírus

KOLORATKA

Shutterstock

Reportagem local - publicado em 22/04/20 - atualizado em 22/04/20

Ele estava assintomático e não sabia que tinha o coronavírus quando viajou tanto de ônibus quanto de avião e celebrou várias Missas, incluindo um funeral

O pe. Richard Onyango Oduor, do Quênia, foi preso sob a acusação de “disseminar negligentemente uma doença infecciosa”, que, no caso, seria a covid-19. Segundo autoridades locais, ele não teria cumprido a quarentena ao retornar da Itália para o país do leste africano.

O sacerdote católico negou as acusações e foi solto no final da semana passada após pagar fiança, mas terá de se apresentar ao tribunal em 2 de maio após cumprir 14 dias de isolamento.

O pe. Richard mora em Roma e retornou momentaneamente ao Quênia para presidir o funeral de um parente. No funeral, ele distribuiu a Comunhão e interagiu com as pessoas presentes. Veículos locais de comunicação divulgaram que cerca de 60 pessoas que estiveram em contato com ele procuraram atendimento médico, mas não foi informado quantas delas estão de fato com a covid-19.

O sacerdote, que teve resultado positivo no teste para o coronavírus, foi preso em 9 de abril logo após receber alta hospitalar, já curado da doença. Ele havia ficado duas semanas hospitalizado.

Quando viajou para o Quênia, porém, o pe. Richard estava assintomático e não sabia que tinha sido infectado pelo coronavírus. Ele viajou por regiões do país, tanto de ônibus quanto de avião, e celebrou várias Missas.

Autoridades quenianas localizaram 130 pessoas que estiveram em contato com o padre, incluindo sacerdotes da paróquia de Nairóbi onde ele tinha se hospedado antes de viajar para a sua cidade natal. Todas foram postas em quarentena.

As reuniões públicas estão atualmente proibidas no Quênia. O país adotou o toque de recolher e restringiu autorizações de viagens internas.


KSIĄDZ ODDAŁ RESPIRATOR

Leia também:
Coronavírus: padre morre ao abrir mão de respirador em favor de pessoa mais jovem

Tags:
CoronavírusPadres
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia