Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 03 Março |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Jesus apareceu aos apóstolos quando eles estavam em “isolamento social”

JESUS KNOCKING

Kent G Becker | Flickr CC BY-NC-ND 2.0

Philip Kosloski - publicado em 24/04/20

Isolados do mundo, os apóstolos sentiam medo e ansiedade. Mas Jesus foi lhes oferecer a sua paz

Após a prisão de Jesus no jardim do Getsêmani, a maioria de seus apóstolos se dispersou, com medo de sofrer o mesmo destino. Pedro chegou ao ponto de negar que conhecia Jesus, a fim de evitar ser capturado.

Eles estavam com medo, incertos sobre o futuro e tinham dúvidas se Jesus era realmente o Messias. Em vez de retomar suas vidas normais, eles se distanciaram dos encontros sociais normais e optaram pelo isolamento.

E foi durante esse período que Jesus apareceu a eles para lhes dar a paz:

“Na tarde do mesmo dia, que era o primeiro da semana, os discípulos tinham fechado as portas do lugar onde se achavam, por medo dos judeus. Jesus veio e pôs-se no meio deles. Disse-lhes ele: ‘A paz esteja convosco!” (João 20,19)

Mesmo após esse primeiro encontro com Jesus ressuscitado, os apóstolos continuaram seu “isolamento”, até que Jesus apareceu pela segunda vez.

Agora, uma semana depois, seus discípulos estavam novamente lá dentro e Tomé estava com eles. Jesus entrou, embora as portas estivessem trancadas, e ficou no meio deles e disse: “A paz esteja convosco” (João 20,26).

Sempre que nos sentimos sozinhos e isolados, talvez até em “confinamento” ou “quarentena”, devemos ler novamente essa passagem dos Evangelhos e nos colocar naquela cena.

Imagine, por alguns minutos, você dentro da sala trancada onde estão os apóstolos. Todos expressam sentimentos de preocupação e ansiedade, estressados ​​pelos eventos que acabaram de acontecer.

No meio de toda essa ansiedade, Jesus entra pelas portas trancadas. Suas primeiras palavras, antes de qualquer tipo de saudação, são: “A paz esteja convosco”.

Jesus traz paz aos que estão presos ou isolados; Ele quer acalmar nossos corações e aliviar nossas preocupações. Ele sabe que temos medo e nos oferece sua paz.

Tudo o que precisamos fazer é aceitar seu presente de paz em nossos corações fechados e trancados. É uma coisa que precisamos abrir durante os momentos de isolamento. Nosso coração precisa se abrir para seu amor e paz, permitindo que Jesus habite nele, assegurando-nos de que ele está no controle, não importa o que esteja acontecendo lá fora no mundo.


Crianças em casa

Leia também:
3 maneiras de manter a paz em casa durante a quarentena do coronavírus

Tags:
CovidDepressão
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia