Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Atualidade

Chile cria palavra-chave para mulheres denunciarem violência doméstica

pixabay

Agências de Notícias - publicado em 26/04/20

Funcionários de mais de três mil farmácias em todo o Chile foram instruídos para estar alertas quando uma mulher se aproximar e pedir "mascarilla19"

As mulheres chilenas podem denunciar em farmácias atos de violência doméstica durante a quarentena pelo novo coronavírus utilizando uma palavra-chave – “mascarilla19” (máscara19 em português) -, informou neste sábado (25) o ministério da Mulher.

Funcionários de mais de três mil farmácias em todo o Chile foram instruídos para estar alertas quando uma mulher se aproximar e pedir “mascarilla19”, cuja menção ativará um protocolo para ajudar a denunciante, explicou Carolina Cuevas, ministra da Mulher, durante a apresentação do novo programa.

“Esta é uma ferramenta a mais que somamos para que as mulheres possam pedir ajuda e para aumentar a disponibilidade de canais de comunicação. Tomara que um dos aprendizados que esta pandemia nos deixe no tema da violência intrafamiliar é que nunca mais podemos justificar a violência contra as mulheres”, acrescentou Cuevas.

A palavra-chave será usada quando a denunciante se sentir ameaçada, vivendo uma situação de violência ou sua vida estiver em risco. Os funcionários deverão, então, pegar os dados da mulher e colocá-la em seguida em contato por telefone com o Ministério da Mulher ou, se for um fato grave, com a Polícia.

A iniciativa foi usada com sucesso na Espanha e na Argentina, onde a experiência revelou que o estresse e a pressão provocados pela quarentena aumentam os riscos de uma mulher ser vítima de agressão do companheiro, informou o Ministério da Mulher.

No Chile são realizadas quarentenas seletivas por região e toque de recolher noturno em todo o país. O número de feminicídios reportados (4) é baixo frente ao aumento das denúncias contra violência doméstica, que em algumas localidades como Providencia, de classe média e alta, cresceram 500%.

O país contabiliza 7.213 contagiados e 181 mortos por COVID-19 até este sábado, segundo dados oficiais.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia