Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Histórias Inspiradoras

A menininha que nasceu quando a mãe estava em coma por coronavírus

ANGELA PRIMACHENKO

Instagram | @angela_primo

Adriana Bello - publicado em 28/04/20

Mãe e filha só puderam se conhecer duas semanas depois do parto, quando os exames comprovaram que a mulher já não tinha mais o vírus. E o encontro foi emocionante

A história de Angela Primackenko, uma terapeuta respiratória americana de 27 anos, tem sido descrita por ela mesma como um “milagre”.

No fim de março, faltando apenas algumas semanas para dar à luz, ela foi internada em um hospital. Tinha sintomas de Covid-19 e testou positivo para a doença, apesar de ter passado várias semanas em quarentena e tomado todas as medidas preventivas para, sobretudo, não comprometer sua gestação.

Entretanto, o estado de saúde de Angela piorou rapidamente e ela teve que ser transferida para a UTI. O coma precisou ser induzido para que ela pudesse ser conectada ao respirador e salvaguardar sua vida e a de sua filha. Por medida de segurança  os médicos resolveram fazer o parto enquanto Angela estava em coma. A menininha foi batizada de Ava, que quer dizer “alento de vida”. 

Mesmo depois de sair do coma e do respirador, Angela não podia conhecer nem pegar a filha no colo e abraçá-la (como fazem todas as mães), pois ela ainda estava com o vírus.

Seu esposo e as enfermeiras mostravam fotos de Ava, que, por ser prematura e por todas as circunstâncias do nascimento, ficou na UTI neonatal.

Depois de pouco mais de duas semanas, vários exames comprovaram que a mulher já não tinha mais o vírus. Finalmente Angela poderia abraçar seu pequeno milagre pela primeira vez.

A emoção do momento foi compartilhada no Instagram, onde os familiares, amigos e outras pessoas sensibilizadas com a história, se uniram em oração por este tão sonhado encontro. E foi emocionante, como mostram as fotos publicadas pela mãe radiante de alegria.

Agora, mãe e filha já estão em casa. Em um post no Instagram, Angela compartilhou: “As últimas semanas foram cheias de mudanças inesperadas na minha vida… sinto que poderia escrever um livro, mas esta noite quero dizer que a vida é boa e que é preciso encontrar o bom a cada dia”.

ANGELA PRIMACHENKO
Instagram | @angela_primo

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CoronavírusGravidez
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia