Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconEstilo de vida
line break icon

Por que a poesia nunca foi tão importante como agora

Poetry, Woman, Home, Reading, Lockdown

© Vadim Georgiev

Michael Rennier - publicado em 28/04/20

Embora os aspectos práticos estejam escurecendo nossos dias, a vida é muito maior do que podemos imaginar - e a beleza da poesia nos alerta sobre isso

Para inspiração, leio regularmente boas poesias. Também escrevo regularmente poesias ruins…

Esse é o hábito de toda a vida que aprendi na juventude, quando, como parte do das tarefas de casa, eu tinha que ler poemas, escrever um diário e ler um fluxo constante de romances.

Agora que fazemos homeschooling com nossos filhos, eles também leem poesia. A poesia tem um cheiro de elitismo para algumas pessoas, como se fosse um luxo para quem não precisa se preocupar em tirar um tempo das lições mais práticas de ciências e matemática. Essa opinião não me parece correta. A poesia é para todos.

Há, é claro, benefícios práticos proporcionados pela poesia. A leitura de poemas aprimora as habilidades de linguagem, memorização, autoconfiança, vocabulário e a capacidade de ouvir produtivamente.

Mas a vida é muito mais do que aspectos práticos. Nós não comemos comida apenas para nutrição; reunimos em volta de uma mesa com a família e os amigos para festejar. Não usamos apenas as roupas mais baratas e funcionais; procuramos roupas que promovam a dignidade de nossos corpos. Não praticamos esportes apenas pelos benefícios físicos; nós jogamos porque é divertido.

É o mesmo com a poesia. Em essência, está longe de ser um livro prático de ciências ou matemática. Como minha amiga Denise – outra educadora que ensinou seus filhos a ler poemas – diz: “A arte torna o mundo mais humano … nos conscientiza de nossa imortalidade e de nosso lugar na unidade do Universo. É a nossa conexão com pessoas de todos os tempos que lutaram, amaram, ousaram, temeram, odiaram, venceram e sangraram como nós. ”

Quando eu era criança, passava muito tempo sozinho no meu quarto, desenhando num caderno ou lendo romances russos. Desde então, meu pai admitiu que estava preocupado. Ele não tinha ideia de qual carreira eu poderia estar me preparando. Para ter certeza, tive que acompanhar o aprendizado de matemática e ciências, mas demonstrei pouco interesse nessas matérias. Entretanto, ele confiava que, para o que quer que eu demonstrasse interesse em estudar, mesmo que não parecesse prático, me colocaria no caminho da felicidade. E assim foi. Como meus paroquianos muito pacientes sabem, cito regularmente poemas durante minhas homilias. Acabei fazendo uso prático dessas habilidades inúteis!

Parece-me que a pior pergunta que podemos fazer sobre a educação de nossos filhos é sobre sua funcionalidade. Não importa se aprender um poema – ou tocar música ou pintar – não é essencial para as carreiras. Realmente não importa se tem algum valor além de si mesmo. Lemos poemas porque são como um reflexo no espelho. Quanto mais olhamos, mais vemos.

Uma vida pode ser transformada por um poema. É uma linguagem de esperança e possibilidade, cada uma com uma pequena gota de sol brilhando através de uma gota de água e iluminando-a como um diamante. A poesia é uma linguagem poderosa que fala do valor das coisas. A vida não é valiosa devido ao seu potencial de ganho; é valiosa simplesmente porque é bom que existamos.

Em seu recente livro The Mystery of It All, o poeta Paul Mariani fala sobre como a poesia pode “fornecer uma maneira mais profunda de ver a natureza da realidade”. Ele escreve: “O que, a princípio, parece aleatório, está de fato conectado a algo muito profundo em nível cosmológico, molecular e espiritual: que a vida é sagrada e que coisas, eventos e pessoas são importantes, embora nem sempre possamos entender como.” É por isso que a poesia é importante.

Há conforto em reconhecer o mistério. Não temos todas as respostas. Nem sequer temos a maioria das respostas. Nossa falta de conhecimento não é um defeito, é uma promessa. Ao virar da esquina, há uma revelação mais profunda a ser descoberta, um belo momento à espera, como uma flor silvestre.

Tudo isso está em minha mente agora, porque estamos cercados de aspectos práticos, muitos deles bastante preocupantes. Enquanto estamos em quarentena, todos assistimos ao noticiário, olhando para os gráficos, preocupados com a forma de alimentar nossas famílias, como educar nossos filhos, ansiosos por nossos empregos. Sinto que muitas pessoas, como eu, estão estressadas.

Mas também faço parte de um pequeno grupo de amigos que começaram a recitar poemas e enviá-los uns aos outros. Para mim, o grupo nascido na quarentena é um dos pontos positivos do meu dia. Não preciso mais de gráficos ou estatísticas sobre doenças. Isso não ajuda. Os poemas, no entanto, ajudam muito. Então compartilhe um pouco de beleza hoje, porque, mesmo que os aspectos práticos estejam escurecendo nossos dias, a vida é muito maior e mais grandiosa do que podemos imaginar.




Leia também:
O melhor treinamento cerebral que você pode fazer

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
ArteCoronavírusLiteratura
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia