Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 27 Setembro |
São Caio de Milão
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

“É como se o próprio Jesus estivesse ligado a um respirador”

SARA PALMES

Instagram | @sarins1

Reportagem local - publicado em 30/04/20

O impactante testemunho de Sara, enfermeira em uma das cidades mais afetadas pelo coronavírus na Espanha

“Sou Sara Palmés, tenho 26 anos e trabalho como enfermeira na UTI do Hospital de Igualada [Barcelona, Espanha]. Moro com meu marido e nós dois pegamos Covid-19.

Foi quando começaram a chegar os casos graves ao hospital e confinaram a cidade de Igualada. Trabalhei muitos dias seguidos.

Ainda não estávamos preparados para tudo o que tinha que chegar. A cada hora que passava, mudávamos os protocolos. Naqueles caos inicial, fomos construindo o que agora é o Hospital de Igualada.

SARA PALMES
Instagram | @sarins1

Então, no dia 16 de março, comecei a ter sintomas (leves, graças a Deus). Fiz o teste e deu positivo. Fiquei em casa confinada por duas semanas, até que os sintomas sumissem. Repeti o exame e deu negativo.

Voltei a trabalhar na UTI no dia 1 de abril. O hospital mudou completamente. Nós nos organizamos e nos adaptamos a uma situação impensável anteriormente.

No meu dia a dia como enfermeira, lido com muitas pessoas e suas famílias. Na UTI, alguns se recuperam; outros não. Gosto de acompanhá-los nestes momentos tão difíceis que eles vivem.

SARA PALMES
Instagram | @sarins1

Com alguns, celebro a vida e dou graças a Deus. Com outros, acompanho o sofrimento e rezo pelas almas dos que nos deixam.

A diferença agora é que, com o Covid-19, não posso fazer esse acompanhamento com as famílias. Quando há um paciente grave na UTI, normalmente não podemos falar com ele, já que ele está entubado e conectado a um respirador mecânico.

É a família que me explica as coisas que o paciente fez em sua vida, do que ele gosta, quem ele ama etc. E também é com eles que vivo a dor da perda.

Agora cuido de pacientes cujas histórias não conheço. Não sei de onde vieram, quem são. Então, imagino que todos são Jesus, e cuido deles como se o próprio Jesus estivesse ligado a um respirador.

Eu já tentava fazer isso antes do Covid-10. Mas agora, vivo isso com mais intensidade. Não sou perfeita, tento ser melhor a cada dia. Mas, por Jesus, daria tudo. E é isso que tento fazer todos os dias no meu trabalho.

Outra coisa que tem me ajudado muito a mergulhar na fé nestes dias é a comunidade paroquial que criamos à distância.

Monsenhor Xavier Bisbat criou uma lista de transmissão no WhatsApp da paróquia Sagrada Família de Igualada. Toda manhã, ele nos envia notícias de outros fiéis, informações sobre as intenções da Missa e os links para seguirmos os ofícios e celebrações virtualmente.

Me surpreende muito saber que antes da crise íamos à paróquia na Missa dominical e nem sequer cumprimentávamos os que se sentavam perto de nós. Não sabíamos quem eram, com que trabalhavam, se eram felizes… Agora, através do grupo do WhatsApp, estamos conhecendo a realidade que existe dentro de nossa paróquia; uma realidade que antes, quando nos víamos cara a cara, desconhecíamos.

Agora rezamos uns pelos outros estamos fazendo uma comunidade cristã à distância. Estamos construindo a Igreja em cada casa – e creio que isso seja precioso.

Rezo para que, quando a pandemia terminar, essa comunidade continue em nossa paróquia, e para que, quando nos encontrarmos pessoalmente, possamos conversar e rezar como irmãos.

Envio uma mensagem de ânimo, esperança e fé a todos os leitores. Em suas casas, em seus trabalhos, no hospital, esteja onde estiverem, o Bom Jesus estará com vocês. Ele não nos abandona. Saibamos recebê-lo em nosso coração sem medo. Ofereçamos a Ele o nosso sofrimento e celebremos com fé e esperança a sua Ressurreição. Ele está vivo. Aleluia!”

SARA PALMES
Instagram | @sarins1

Artigo traduzido pela Aleteia do original em catalão publicado pelo bispado de Vic

Tags:
CoronavírusPandemia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
2
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
3
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
4
Oração católica para pedir chuva
Reportagem local
Existe oração católica para pedir chuva? Sim, e aqui vai ela
5
Gelsomino Del Guercio
Padre Pio tinha os estigmas, mas uma ferida secreta era mais dolo...
6
Padre Pio
Maria Paola Daud
3 orações a Padre Pio para pedir por uma causa urgente
7
Santa Missa
Reportagem local
Quanto tempo devemos chegar antes da Missa?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia