Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Seriam estas as cinco igrejas mais belas do mundo?

© Baturina Yuliya - Shutterstock
Compartilhar

Uma seleção de algumas das igrejas mais impressionantes do mundo

  1. Catedral de São Basílio, Moscou, Rússia. 

web-catedral-de-san-basilio-mariano-mantel-cc
Mariano Mantel-CC

Seu verdadeiro nome é Catedral da Intercessão da Virgem Junto ao Fosso, mas conhecemos como a Catedral de São Basílio. É talvez o mais conhecido dos templos ortodoxos russos, embora não seja a sede do Patriarcado ortodoxo de Moscou nem a principal catedral da capital russa. O Czar Ivan, o Terrível, ordenou a sua construção (iniciada em 1555 e concluída em 1561), para comemorar a conquista de Kazan. Alguns anos mais tarde, ainda durante o século XVI, Teodoro I mandou construir uma capela no lado leste do edifício, sobre o túmulo de São Basílio, o Bem-aventurado.

 

  1. Hallgrímskirkja, Reykjavík, Islândia. 

web-hallgrc3admskirkja-islandia-andres-nieto-porras-cc

Erroneamente, pensa-se que a igreja de Hallgrímur é a catedral da Islândia. A catedral católica de Reykjavík é a Catedral de Cristo Rei. Com 74,5 metros, a igreja de Hallgrímur é o edifício mais alto na Islândia. É dedicada ao poeta islandês Hallgrímur Pétursson. Desenhada por Guðjón Samúelsson, a construção da igreja durou 38 anos. Foi encomendada em 1937, mas o trabalho de construção começou em 1945 e terminou em 1986.

 

  1. Notre Dame du Haut, Ronchamp, França.

web-notre-dame-du-haut-groucho-cc

A Capela de Notre Dame du Haut é conhecida, mais popularmente, simplesmente como a Capela de Ronchamp. Foi construída entre 1950 e 1955 e é uma criação do famoso arquiteto Le Corbusier. Sendo um dos exemplos mais importantes não só do trabalho do artista franco-suíço mas de toda a arquitetura religiosa do século XX, que atrai cerca de 80.000 visitantes por ano.

 

  1. Hagia Sophia, Istambul, Turquia. 

web-santa-sofia-dennis-jarvis-cc

A Basílica de Santa Sofia, também conhecida como Hagia Sophia (do grego, Sagrada Sabedoria) é uma antiga basílica patriarcal, logo convertida em uma mesquita e atualmente em um museu, na capital turca, Istambul. Foi dedicada no ano 360, e até 1453 foi a catedral bizantina de rito oriental, exceto entre 1204 e 1261, quando foi convertida em catedral católica de rito latino durante o Patriarcado Latino de Constantinopla, fundada pelos cruzados. Após a conquista de Constantinopla pelo Império Otomano, o edifício foi transformado em uma mesquita até 1931, quando foi secularizado e transformado em um museu. Às vezes, dizem que Hagia Sophia se refere a Santa Sofia, mártir romana do século II, mas é, na realidade, a transcrição fonética para o latim da palavra grega sabedoria. O nome completo do templo, em grego, é Igreja da Santa Sabedoria de Deus.

 

  1. Sagrada Família, Barcelona, Espanha.

web-la-sagrada-familia-juanedcom-cc

Antoni Gaudí, o chamado arquiteto de Deus, começou o projeto de construção da Basílica da Sagrada Família, na capital catalã, em 1882. Hoje, mais de cem anos depois, o projeto majestoso, apesar de ser o edifício mais visitado de Barcelona, ainda está para ser concluído: estima-se que ainda falta construir cerca de 30% do edifício.

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia