Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

São Marcos, Evangelista, não era um dos 12 Apóstolos: então quem era ele?

FRESCO OF ST. MARK

By Renata Sedmakova | Shutterstock

Reportagem local - publicado em 05/05/20

Assim como São Lucas, ele não fez parte dos 12 primeiros discípulos chamados por Jesus

Dos quatro evangelistas, dois eram discípulos diretos de Jesus, escolhidos por Ele próprio para serem Seus 12 Apóstolos: São Mateus e São João.

Os outros dois, São Marcos e São Lucas, também foram seguidores de Jesus, obviamente, mas não fizeram parte do Grupo dos 12.

Marcos, no entanto, estaria entre os chamados “70 discípulos”, que foram enviados por Jesus de dois em dois para pregarem a Boa Nova (cf. Lucas, capítulo 10).

Sobre São Lucas, você encontra em Aleteia vários artigos que recomendamos abaixo, ao final desta matéria.

E sobre São Marcos, é só continuar a leitura aqui mesmo: apresentamos a seguir as informações registradas por ninguém menos que São Jerônimo, o primeiro tradutor da Bíblia para o latim.

Vida de São Marcos

São Jerônimo nos conta, em sua “Vida de São Marcos Evangelista“, que o escritor do mais antigo dos relatos evangélicos era filho de Maria de Jerusalém, em cuja casa São Pedro se refugiou após ser libertado do cárcere (cf. At 12, 12). Era primo de Barnabé. Acompanhou São Paulo na sua primeira viagem a Roma (cf. Col 4, 10) e esteve próximo dele durante a sua prisão em Roma (Fm 24).

Depois, tornou-se discípulo de São Pedro, cuja pregação foi a base para o Evangelho que escreveu (cf. 1 Pe 5, 13). Seu Evangelho, aliás, é comumente reconhecido como o mais antigo, utilizado e completado por São Mateus e por São Lucas. Parece que também os grandes discursos da primeira parte do Atos dos Apóstolos são uma retomada e um desenvolvimento do Evangelho de São Marcos, a partir de Mc 1, 15.

A ele é atribuída, além do mais, a fundação da Igreja em Alexandria.

São Marcos amava Nosso Senhor sem qualquer reserva e estava maduro para o martírio. Seus progressos no testemunho da fé exasperavam os pagãos, em particular os sacerdotes da deusa Serapis. Eles o prenderam na Páscoa do ano 68 e o torturaram durante dois dias, arrastando-o com cordas por terrenos pedregosos dos subúrbios de Buroles. Com amor mais forte que a morte, porém, o santo bendizia Nosso Senhor e Lhe dava graças por ter sido julgado digno de sofrer por Seu amor.

Durante a noite que separou aqueles dois dias de suplício, o santo foi reconfortado por visitas celestes. Primeiro, um Anjo lhe disse:

“Marcos, servo de Deus e chefe dos ministros de Cristo, no Egito, o vosso nome está escrito no livro da vida e as Potências celestes virão em breve procurar-vos para conduzir-vos ao Céu”.

Depois, apareceu-lhe o próprio Senhor:

“A paz esteja convosco, Marcos, nosso evangelista”.

Esta palavra de encorajamento lhe bastava. São Marcos foi de novo arrastado e dilacerado pelas pedras, enquanto bendizia a Deus:

“Meu Deus, em vossas mãos entrego a minha alma”.

Sobre São Lucas:


CZTEREJ EWANGELIŚCI

Leia também:
São Lucas: evangelista de Maria e da infância de Jesus e padroeiro dos médicos


VIRGIN,LUKE

Leia também:
São Lucas: o primeiro retratista da Virgem Maria?


ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico

Leia também:
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pelos médicos que combatem a covid-19

Tags:
BíbliaevangelhoHistória da IgrejaJesusSantos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia