Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

O coveiro Ulisses, testemunha da tragédia do coronavírus em Manaus

BRAZIL

MICHAEL DANTAS | AFP

Agências de Notícias - publicado em 10/05/20

A média diária de mortes na cidade de 2,1 milhões de habitantes passou de 30 antes da pandemia para uma centena

Ulisses Xavier está acostumado a lidar com a morte. Mas em 16 anos trabalhando como coveiro, nunca teve que enterrar dezenas de pessoas em valas comuns. O novo coronavírus colapsou o sistema de saúde de Manaus, capital do Amazonas, triplicando o número diário de óbitos.

“Quando começou o aumento dos sepultamentos, eu fiquei assustado. Agora já me acostumei. Sinto que está diminuindo aos poucos. Espero que isso passe logo”, disse Ulisses à AFP no cemitério público Nossa Senhora Aparecida, em Manaus.

A média diária de mortes na cidade de 2,1 milhões de habitantes passou de 30 antes da pandemia para uma centena. Manaus amarga o maior índice de mortalidade de uma capital brasileira pelo novo coronavírus, com 6.034 contágios e mais de 600 mortes até esta sexta-feira (8).

Com a chegada da COVID-19, Ulisses, de 52 anos, teve que fazer mudanças radicais em sua rotina: trabalha mais horas, precisa usar equipamento de proteção para evitar se contagiar e toma todos os cuidados necessários para não levar a doença para casa.

“Tenho medo de levar a doença para dentro da minha casa. Trabalho em uma área de grande risco de contaminação”, afirma.

Alguns dias, ele desce os caixões para as valas comuns que começaram a ser abertas há semanas no cemitério, pouco depois de o saturado sistema de saúde não dar conta de atender dezenas de pacientes. Várias pessoas simplesmente morreram em casa, sem que as famílias saibam se foi por COVID-19 ou outra causa.

Outras vezes, este homem de estatura mediana abre túmulos individuais. Fica esgotado depois de cavar cinco.

– Ritual sagrado –

Ulisses e um grupo de colegas coveiros também fabricam marcos e cruzes de madeira, que as famílias dos falecidos compram para identificar as tumbas de seus entes queridos. É um ganho extra para complementar seus salários.

Os marcos e as cruzes, mais baratos que uma lápide, são pintadas em azul e do próprio punho, Ulisses escreve com tinta preta o nome do finado e as datas de nascimento e morte.

Com a COVID-19, foi preciso dobrar a produção: antes, cada coveiro vendia três unidades por dia. Hoje são seis.

Com uma coragem que remete à de seu homônimo da Odisseia, este coveiro enfrenta a tragédia que se abate em Manaus e garante não ter medo da COVID-19, apesar de já ter perdido alguns amigos e vizinhos por causa da doença.

Seu irmão, Hércules, de 53 anos, suspeita ter os sintomas do coronavírus e agora os dois se cumprimentam através de um muro que separa suas casas.

Por isso, ao final de um longo dia, Ulisses volta para casa de bicicleta e cumpre um ritual de limpeza sagrado.

“Chego em casa, tiro a minha roupa, entro no banheiro. Tomo banho e já lavo minha roupa. Só depois disso que vou abraçar minha filha e minhas netas”, relata Ulisses, cuja esposa se mudou temporariamente para outro lugar para não contrair o coronavírus.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Coronavírus
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia